Hoje, a partir das 9h, com concentração em frente ao Museu Nacional da República, os mais de 40 movimentos de juventude ocuparão a Esplanada dos Ministérios com intervenções artísticas denunciando os problemas da educação pública, o extermínio da juventude negra, o machismo e o racismo. De lá, seguirão rumo ao Congresso Nacional. O objetivo é que uma comissão de jovens entregue à presidenta Dilma Rousseff uma carta com as atuais reivindicações da juventude brasileira.
 
A Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) que faz parte do conjunto de entidades integrantes da Jornada de Lutas e está presente na atividade. 
 
Leia também:
 
 
Durante a passeata, os grupos, entidades e organizações que compõem a Jornada de Lutas vão passar por diversos ministérios para reforçar as pautas da manifestação. Entre os grandes consensos dos movimento está a necessidade de investimento na área da educação pública, com a destinação de 10% do PIB, 50% do fundo social do Pré-sal e 100% dos royalties do petróleo exclusivamente para o setor. Em frente ao Ministério do Planejamento, ocorrerá um ato em defesa dessa medida.
 
O trabalho decente para a juventude, as reformas política e agrária e a democratização da comunicação de massas também constam no documento que será entregue a ministros, parlamentares e à presidenta Dilma:
 
 
> Pela Reforma Agrária
Em frente ao Ministério do Desenvolvimento Agrário.
 
> Pelos 10% do PIB pra Educação
Em frente ao Ministério do Planejamento.
 
> Contra o avanço do Agronegócio
Em frente ao Ministério da Agricultura
 
> Pelos  2% do PIB para o investimento na Ciência e na Tecnologia
Em frente ao Ministério da Ciência e Tecnologia.
 
> Pelo Trabalho decente pra juventude
Em frente ao Ministério do Trabalho.
 
> Pelos Direitos Sexuais e Reprodutivos das jovens mulheres
Em frente ao Ministério da Saúde.
 
> Ato Nacional em defesa dos Direitos Humanos
Em frente ao Congresso


QUEM PARTICIPA DA JORNADA
 
Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT); Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG); Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (APEOESP); Associação Cultural B; Centro de Estudos Barão de Itararé; Confederação Nacional das Associações de Moradores (CONAM); CONEM; Consulta Popular; ECOSURFI, Coletivo Nacional de Juventude Enegrecer, Federação dos Estudantes de Agronomia do Brasil (FEAB), Federação Paulista de Skate, Fora do Eixo, Juventude da CTB, Juventude da CUT, Juventude da Contag, Juventude do PSB, Juventude do PT, Juventude Pátria Livre; Levante Popular da Juventude; Marcha Mundial das Mulheres; Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST); Nação Hip Hop Brasil; Pastoral da Juventude, Pastoral da Juventude do Meio Popular (PJMP), Rede Ecumênica da Juventude (REJU); Rede da Juventude pelo Meio Ambiente e Sustentabilidade (REJUMA); União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES); União Brasileira de Mulheres (UBM), União da Juventude Socialistas (UJS); União Nacional dos Estudantes (UNE); Via Campesina.
 
Da Redação
Author

Write A Comment