Universidades e instituições de saúde, ciência e tecnologia estão sendo convidadas a indicar trabalhos de pesquisa para concorrer a prêmio de R$ 200 mil

Foi iniciado o processo de indicações ao "Prêmio Péter Murányi 2014" que contemplará com R$ 200 mil o autor do melhor trabalho da área de saúde. Nas últimas semanas, mais de duas mil universidades, institutos, fundações de apoio à pesquisa e outras entidades ligadas à área de premiação começaram a receber a carta-convite encaminhada pela Fundação Péter Murányi solicitando a indicação de trabalhos à premiação.

Ao receber a carta-convite, o dirigente de cada instituição deverá manifestar por escrito seu interesse em participar do Prêmio. O envio de até dois trabalhos científicos, de sua livre escolha, deverá ser feito até 30 de setembro. Os trabalhos indicados deverão ser inovadores, ter aplicabilidade prática e contribuir para a melhoria da qualidade de vida das populações situadas abaixo do paralelo 20 de latitude norte, região do globo onde se encontram a maior parte das nações em desenvolvimento. O edital, com o regulamento do prêmio, está disponível em no site da fundação.

Os trabalhos serão avaliados por uma Comissão Técnica e Científica, resultando na seleção de três finalistas que serão submetidos a um Júri. O vencedor receberá R$ 200 mil, um troféu e um certificado; já os demais finalistas, diploma e menção honrosa. Os prêmios serão entregues em uma cerimônia que ocorrerá em abril de 2014, em São Paulo. Além dos prêmios, vencedor e finalistas terão a oportunidade de apresentar seus trabalhos na 66ª Reunião Anual da SBPC – um dos maiores eventos científicos do País.

Sobre o prêmio – O Prêmio Péter Murányi, gerido pela Fundação de nome homônimo, tem o objetivo de premiar pessoas físicas ou jurídicas, entidades públicas ou privadas, de qualquer parte do mundo, que se destaquem por suas descobertas inovadoras e práticas focadas no desenvolvimento e no bem-estar social das populações em desenvolvimento. O prêmio é concedido anualmente e de modo alternado para pesquisadores atuantes em quatro áreas: saúde, educação, alimentação e desenvolvimento científico e tecnológico.

O Prêmio conta com o apoio da Academia Brasileira de Ciências (ABC), da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), da Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (ANPEI), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), do Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), da Academia de Ciências do Estado de S. Paulo (ACIESP) e da Associação dos Cônsules Honorários no Brasil (ACONBRAS).

(Assessoria de Comunicação da Fundação Péter Murányi)

(Jornal da Ciência)

Author

Write A Comment