ANPG e representantes de APGs do Rio participam de passeata.
ANPG e representantes de APGs do Rio participam de passeata.

Ato alerj 4

Entidades estudantis e servidores públicos de diversos órgãos do Estado do Rio de Janeiro se juntaram na tarde de ontem (3) em frente à Alerj, em ato contra o sucateamento das instituições públicas estaduais, que vem ocorrendo devido às medidas adotadas pelo governo do Estado do Rio.

Este foi o segundo grande ato unificado organizado pelo MUSPE (movimento unificado dos servidores públicos estaduais) este ano, que contou com amplo apoio da população e reuniu mais de doze mil pessoas na escadaria do Palácio Tiradentes e seu entorno. O primeiro havia sido realizado no dia 3 de fevereiro.

“A educação estadual do Rio de Janeiro deu seu recado ao governador Pezão. Em ato unificado com mais de 10.000 pessoas foi dito em alto e bom som que a educação não aceitará pagar por uma crise forjada pela especulação monetária, pela mídia e pelas forças políticas reacionárias”, disse Jefferson Santos, diretor da ANPG, que esteve presente na passeata representando a entidade.

O mestrando na UERJ, Vittório,   falou no carro de som sobre a luta da ANPG e das APGs contra o corte da FAPERJ e pela regularização no pagamento das bolsas.
O doutorando em Educação pela UERJ, Vittorio Lo Bianco, fala no carro de som sobre a luta da ANPG e das APGs contra o corte da FAPERJ e pela regularização no pagamento das bolsas.

Vittorio Lo Bianco

Pós-graduandos e representantes de APGs do Rio, presentes na passeata, reivindicavam pelo pagamento das bolsas em atraso concedidas pela FAPERJ; e se posicionavam contra o pacote de medidas de combate à crise, apresentado pelo governador do Estado do Rio de Janeiro. Dentre essas medidas, está a PEC 19/2016, que propõe um corte de 50% no orçamento da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro.

Recentemente, a ANPG, juntamente com as APGs do Rio, publicou nota contra os cortes na Fundação (Leia aqui).

No dia 25 de fevereiro, os pós-graduandos se reuniram em frente à FAPERJ, em decorrência do atraso no pagamento das bolsas pela instituição, e foram recebidos pelo presidente da Fundação, Augusto Raupp. Os bolsistas foram informados por ele que a FAPERJ não tem previsão de pagamento da bolsas, visto que dependem da liberação dos recursos por parte da Secretaria Estadual da Fazenda.

A ANPG continuará acompanhando esta luta contra a PEC 19/2016, e pressionando para que as bolsas sejam pagas no menos prazo possível.

Da redação

Leia também:

:: 23/02/2016 – Pós-Graduandos do Rio publicam nota após reunião com presidente da FAPERJ
:: 19/02/2016 – ANPG e entidades estudantis do Rio organizam ato contra o desmonte dos serviços públicos no RJ
:: 19/02/2016 – ANPG se manifesta contra a PEC que corta pela metade o repasse para a FAPERJ
:: 11/12/2015 – Bolsas em Atraso: Governo do Estado do RJ não repassa verbas para FAPERJ
:: Evento convocatório no Facebook 

Author

Write A Comment