A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), por meio de sua Diretoria de Relações Internacionais (DRI), já divulgou o edital para seleção de projetos conjuntos de pesquisa para o Programa de Trabalho para Apoiar Atividades de Pesquisa, Desenvolvimento Tecnológico e Formação de Pessoal Qualificado no Campo da Terapia Celular (Probitec).
O programa é fruto de parceria entre o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação Produtiva (MINCYT) da República Argentina; o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); o Ministério da Educação (MEC), por meio da Capes; e o Ministério da Saúde (MS), por meio do Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (DECIT/SCTIE) e tem como objetivo promover o intercâmbio científico, o desenvolvimento tecnológico e a formação de recursos humanos de alto nível no campo da terapia celular entre instituições de ensino e pesquisa do Brasil e da Argentina.
A seleção das propostas de projetos conjuntos de pesquisa se desenvolverá em etapas de caráter eliminatório e classificatório, sendo elas análise documental, análise do mérito científico das propostas da candidatura, análise e priorização das candidaturas e avaliação final em reunião conjunta binacional. A divulgação do resultado está prevista para novembro de 2011.
As atividades dos projetos selecionados serão iniciadas em dezembro de 2011 e terão duração máxima de cinco anos, improrrogáveis.

Candidaturas
As propostas de projetos de pesquisa deverão ser conjuntas e envolver instituições de ensino e pesquisa do Brasil e da Argentina, ser similares e apresentadas por um coordenador de cada país, no caso do brasileiro, detentor do título de doutor obtido há pelo menos cinco anos e, preferencialmente, integrante da Rede Nacional de Terapia Celular (RNTC).
Além disso, devem estimular a cooperação científica, tecnológica e de inovação entre grupos e centros de pesquisa de pós-graduação de alto nível, na área de células-tronco, identificada como prioritária para ambos os países, incentivando a mobilidade de pesquisadores e estudantes de pós-graduação. A equipe proponente deve contar com, no mínimo, dois docentes doutores vinculados a um programa de pós-graduação (PPG), além do coordenador.
As inscrições são gratuitas e feitas exclusivamente pela internet, até 15 de agosto, mediante o preenchimento do formulário de inscrição. Ao formulário de inscrição, deverão ser anexados eletronicamente os documentos discriminados no edital.

Benefícios
Para os projetos aprovados serão concedidas bolsas no Brasil e no exterior, auxílio instalação, seguro saúde, diárias, passagens aéreas internacionais, recurso para material de consumo e recurso de capital.
A Capes financiará bolsas no exterior, passagens aéreas, diárias e recursos para material de consumo, no valor total de R$ 10 mil, geridos pelo coordenador da equipe, em consonância com a Portaria Capes nº 028, de 29 de janeiro de 2010. O DECIT/SCTIE, do Ministério da Saúde, apoiará bolsas no país, no valor total de R$ 2.5 milhões e o CNPq bolsas no país, no valor total de R$ 2 milhões. Também serão financiadas missões de trabalho e estudo. Todos os benefícios são referentes aos cinco anos de vigência do edital.

Mais informações pelo e-mail [email protected] 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Capes

 

 

Author

Write A Comment