A valorização da ciência e dos pesquisadores é um elemento fundamental para a melhoria da vida do povo brasileiro. Diante da compreensão do papel que exerce a pós-graduação na qualificação profissional, na promoção da cultura, na produção de bens e na prestação de serviços, dentre outras contribuições, a Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) tem envidado lutas em prol do reconhecimento de mais direitos aos pós-graduandos e de mais verbas para a Ciência, Tecnologia e Inovação. Como fruto dos debates e das lutas empreendidas e de acordo com o que foi definido em seu 24º Congresso, a ANPG vem convocar o movimento nacional de Pós-Graduandos a participar da Campanha por mais direitos para os pós-graduandos, buscando reunir cada vez mais apoiadores em torno dessa pauta.

Como apontou matéria recente da Folha de São Paulo, o índice de evasão de pós-graduandos em universidades de renome no país é, em média, superior a 10%. Entre os motivos apontados estão as condições de estudo e trabalho, marcadas pela ausência de direitos sociais, e a desvalorização das bolsas. É necessário que o Governo Federal apresente medidas imediatas que busquem reverter essa situação. O futuro da pesquisa científica no Brasil depende disso!

Portanto, essa luta se torna central para os pós-graduandos brasileiros e para o país. Entre as atividades já previstas estão:

· Lançamento da jornada de lutas pelos direitos dos pós-graduandos, dia 25 de agosto;

· Audiência aberta ao público, na Câmara Federal, com a temática: “Valorização da Ciência e dos Pesquisadores: caminhos para o reconhecimento e implementação dos direitos dos pós-graduandos”, dia 27 de agosto;

· Reuniões com a Capes, o CNPq, o MCTI e o MEC, entre os dias 26 e 28 de agosto.

O objetivo das atividades em Brasília é apresentar formalmente nossas reivindicações ao Executivo e ao Legislativo, para que sejam adotadas medidas legais que reconheçam e assegurem mais direitos aos pós-graduandos, dentre os quais destacamos a necessidade de:
· Universalização das bolsas de pesquisa;

· Estabelecimento de mecanismo de reajuste anual dos valores das bolsas de pesquisa;

· Assegurar o direito à Assistência Estudantil para os pós-graduandos, como já prometido pelo Ministro da Educação.

Além disso, reivindicamos mais recursos para a Ciência, Tecnologia e Inovação na Lei Orçamentária de 2015, medida necessária e urgente para um país que ocupa a 7ª posição na economia mundial e confronta-se com cortes e contingenciamento nessas áreas estratégicas.

As demais proposições e bandeiras aprovadas no 24º Congresso da ANPG serão também apresentadas nessas oportunidades e estão incorporadas na campanha por mais direitos.
Continue fazendo parte desta luta! Organize ações na sua Universidade e participe das atividades da ANPG. Todos na “Campanha por mais direitos para os pós-graduandos“.

São Paulo, 06 de agosto de 2014.
Diretoria Executiva da ANPG

Author

Write A Comment