No dia 3 de setembro, em São Paulo, foi realizada a reunião da Coordenação dos Movimentos Sociais – CMS – com o objetivo de discutir as eleições municipais e a participação dos movimentos sociais nesse cenário. No entanto, a pauta compreendeu também demandas dos movimentos, em suas especificidades, com destaque para a aprovação da campanha desenvolvida pela Federação Única de Petroleiros: “O Pré-Sal é nosso!”. A campanha se desenvolverá através de abaixo assinado com o objetivo de concretizar uma lei de Iniciativa Popular que visa garantir a estatização completa da Petrobrás (que atualmente tem alto percentual de capital estrangeiro entre seus acionistas).
 

A Associação Nacional de Pós-Graduandos, através de seu Diretor de Movimentos Sociais Fabio Plut, pautou a atual campanha da ANPG por mais direitos para os pós-graduandos e distribui o manifesto para todos os movimentos presentes, ampliando as reivindicações da ANPG para as entidades que compõe a CMS. Para Fábio “essa foi uma importante iniciativa que capilariza as reivindicações da ANPG”. Além disso, o diretor também ficou surpreso com o nível de discussão desta reunião que, ao invés de se adaptar a pressão das eleições, decidiu usar o momento com um movimento que trará resultados e aumentará a politização brasileira. 

Author

Write A Comment