O Comitê Paris pela Constituinte agradeceu pelo apoio da Associação Nacional de Pós-Graduandos na luta dos estudantes e pesquisadores brasileiros residentes da Maison du Brésil. Além da ANPG, o professor da UFRJ, Francisco Esteves, a Associação Nacional de História (ANPUH), e outras entidades também apoiaram a causa dos estudantes ameaçados na França.

ANPG denunciou, em seus meios de comunicação, o abuso cometido pela Casa do Brasil na França; e contactou o Itamaraty, a embaixada da França no Brasil, o CNPq, a Capes e o MEC à respeito da situação das denúncias dos estudantes. Na quinta-feira (2), a entidade exigiu uma posição mais concreta do ministro José Henrique Paim e reforçou o pedido de intervenção do CNPq para que esta situação seja resolvida.

“A ANPG segue em contato com os estudantes e tem feito cientes diversas instâncias do governo a respeito da situação”, explica Hercília Melo, secretária geral da ANPG.

Graças à grande mobilização e à atenção que conseguiram atrair para o caso, os estudantes ameaçados não foram expulsos de seus apartamentos na Casa do Brasil na França. No entanto, as ameaças ainda não foram retiradas.

“A nota emitida pela ANPG e os contatos que tem feito no Itamaraty e MEC têm sido muito importante para nós, pois, como podem imaginar, a Direção da Maison começou uma campanha de calúnias contra os estudantes. Daí, termos publicado a carta do Prof. Francisco Esteves, da UFRJ, em defesa de sua orientanda”, declarou a direção do Comitê.

“O que pudemos compreender até agora é que a Direção da Maison, baseando-se em calúnias contra os estudantes, argumenta que a transferência acontecerá por razões disciplinares (perturbação da ordem na Maison, vandalismo, violência contra os outros moradores etc.). Essa é a resposta que estão dando à Embaixada, à CAPES e ao CNPq”, acrescenta.

Da redação

Para acompanhar a situação:
http://constituintecomiteparis.wordpress.com/
https://www.facebook.com/constituintecomiteparis

Da redação

Matérias relacionadas:

06/10/2014 – Nota da ANPUH em apoio aos estudantes ameaçados na França

06/06/10/214 – Professor titular da UFRJ defende estudante sob ameaça na França

30/09/2014 – Pesquisadores e estudantes brasileiros que vivem na Casa do Brasil na França denunciam arbitrariedades cometidas pela Instituição

Author

Write A Comment