Fruto da Caravana à Brasília dos Pós-Graduandos de 2009 ocorreu, nesta quarta-feira, 7 de abril, a primeira reunião entre a delegação de representantes da Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), o Ministério da Educação (MEC) e a  Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

O Presidente da ANPG, Hugo Valadares, e os diretores Fabio Plut (Sorriso) e Thiago Matsushita reiteraram a pauta de reivindicações dos pós-graduandos aprovada no último Conselho Nacional de Associações de Pós-Graduandos (CONAP), realizado no mês de maio de 2009, em São Carlos-SP.

 

A ANPG reafirmou a necessidade imediata de um reajuste de 30% no valor nas bolsas de mestrado e doutorado e de dobrar o número de bolsas para que todos os estudantes sejam atendidos. Segundo dados da CAPES, 60% dos pós-graduandos defendem dissertações e teses sem bolsas.

 

Outra questão levantada foi a da licença maternidade para todas as mães pós-graduandas. A volta da bolsa defesa, meia passagem intermunicipal e estadual, 13º bolsa e contribuição de previdência social também foram assuntos discutidos.

 

O Ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou que as demandas são justas entendendo que são todas concretas e emergentes. Aproveitou a oportunidade para informar que o MEC possui um orçamento no ano de 2010 que dos anos anteriores, devido à queda da DRU para a educação, e comprometeu-se em apresentar uma resposta concreta às pautas ainda antes do XXII Congresso da ANPG, que acontecerá de 15 a 18 de abril de 2010 no Rio de Janeiro. 

 

A ANPG continuará mobilizando os pós-graduandos em defesa das reivindicações feitas na reunião e o XXII Congresso será um momento ímpar nesse processo. Centenas de estudantes estarão reunidos, debatendo seus interesses e traçando ações para o próximo período.

 

Organizar. Essa é a tarefa do Congresso da ANPG em abril. 

 

Saiba como participar

 

Da redação com colaboração de Fabio Plut (Sorriso).

 

 

Author

Write A Comment