A Assembléia Legislativa do Estado de Santa Catarina aprovou o projeto de lei submetido pelo governador Luiz Henrique com o objetivo de instituir o Prêmio Valorização da Biodiversidade de Santa Catarina

Ele será concedido anualmente a jornalistas vinculados a órgãos de comunicação que atuam no estado e a alunos de pós-graduação, professores ou pesquisadores vinculados a instituições de ensino superior e pesquisa que tenham veiculado artigos científicos sobre plantas nativas e a conservação biodiversidade catarinense.

 

Os ganhadores serão escolhidos por Chamada Pública a ser lançada ainda em 2010 pela Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado de Santa Catarina (Fapesc). Conforme o caso, eles receberão medalhas, prêmios em dinheiro, passagens aéreas e diárias para visitar o Sítio Roberto Burle Max e o Jardim Botânico, ambos no Rio de Janeiro.

 

Os candidatos poderão inscrever apenas um trabalho em uma das categorias definidas abaixo:

 

I – Categoria Roberto Miguel Klein: trabalho de pesquisa científica, monografia ou reportagem jornalística voltados à ecologia, biodiversidade, preservação ou conservação de plantas nativas do estado de Santa Catarina.

 

II – Categoria Raulino Reitz: trabalho de pesquisa científica, monografia ou reportagem jornalística voltados à recuperação e à conservação de matas ciliares e da vegetação atrelada a recursos hídricos.

 

III – Categoria Burle Marx: trabalho de pesquisa científica, monografia ou reportagem jornalística nas áreas de conservação da biodiversidade urbana e do paisagismo ecológico.

 

Todos os participantes terão seus trabalhos publicados no site www.fapesc.sc.gov.br

 

A seleção e avaliação dos trabalhos apresentados será feita por uma comissão especial interinstitucional vinculada ao Projeto Acorde Plantas Nativas da Secretaria de Estado do Planejamento. O julgamento final ficará a cargo da Diretoria Executiva da Fapesc e deverá ser homologado por ato do governador do estado.

 

Informações adicionais com a coordenadora de projetos Márcia Patrícia Hoeltgebaum, no e-mail [email protected].

(Assessoria de Imprensa da Fapesc)

Author

Write A Comment