Eduarda
A ANPG, UNE e UBES tem um papel fundamental na garantia do direito de meia-entrada para os estudantes. As pós-graduandas e os pós-graduandos também têm esse direito assegurado e a entidade luta para isso continue e sempre garantido o valor correto.
Recentemente as entidades fizeram uma parceria com o Procon do Rio de Janeiro para ajudar nessa fiscalização (leia matéria aqui) e agora entra com uma ação contra o Lollapalooza Brasil argumentando o evento está burlando a lei da meia entrada.
O Lollapalooza teria aumentado o preço de todos os ingressos para a próxima edição em cerca de 63%. Assim, a metade do valor se aproximaria do custo da entrada inteira de 2017.
Ao mesmo tempo, houve a criação da “entrada social”, que sai exatamente pela metade do valor para quem doar R$ 30,00 ao projeto Criança Esperança, da TV Globo. A publicação indica que os preços da inteira, substituída pela “entrada social”, e da meia ficaram praticamente iguais. “O valor da meia-entrada virou uma ficção”, diz o advogado Fábio Cesnik, que representa as entidades, à colunista. No terceiro lote, a inteira sai por R$ 1.750,00, a “entrada social”, por R$ 880,00, e a meia, por R$ 850,00.
“A ANPG como as demais entidades estudantis estão em fiscalização constante para garantir o direito da meia-entrada. A parceria com o Procon/RJ é só um começo e existe a intenção desta ação acontecer no Brasil inteiro”, explica Lis Volpe, tesoureira da ANPG.

Solicite já sua Meia-Entrada Estudantil!

Write A Comment