A 1ª Conferência do Desenvolvimento (Code) ocorrerá de 24 a 26 de novembro na Esplanada dos Ministérios, realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Com convocação especial feita às entidades dos movimentos sociais e a setores da universidade brasileira, a conferência tem entrada franca e o formulário de inscrição está disponível no sítio da Code. As inscrições vão até esta sexta-feira (12).

O foco da mobilização para a Conferência são movimentos sociais e setores da universidade, no sentido de criar um espaço nacional de debates. A importância da participação dos pós-graduandos e dos demais setores interessados no desenvolvimento nacional se reforça pelo momento que o país vive: a transição entre governos é um momento propício para o debate sobre os rumos do desenvolvimento do país.

A Conferência do Desenvolvimento se consolida, portanto, como um espaço privilegiado de demarcação e disputa política em torno dos rumos do desenvolvimento nacional, mas também da participação da formulação de políticas públicas por parte do Governo Federal, que encontra-se em  fase de transição.

Durante os três dias, serão nove painéis temáticos sobre o desenvolvimento, 88 oficinas do desenvolvimento e 50 lançamentos de livros. São esperados mais de 200 palestrantes e debatedores. O presidente Lula participará da abertura da Conferência e a presidente eleita, Dilma, do seu encerramento.

As exposições serão norteadas pelos sete eixos temáticos do desenvolvimento definidos pelo Ipea: inserção internacional soberana; macroeconomia para o desenvolvimento; fortalecimento do Estado, das instituições e da democracia; estrutura tecnoprodutiva integrada e regionalmente articulada; infraestrutura econômica, social e urbana; proteção social, garantia de direitos e geração de oportunidades; e sustentabilidade ambiental.

Sem delegados, com muito debate

Diferente das cerca de 70 conferências realizadas durante os dois governos Lula, não haverá processo para a escolha de delegados. O objetivo da Code é criar um espaço nacional de debates no coração do Brasil, no momento em que o país volta a discutir planejamento e estratégias de desenvolvimento. Para isso, a conferência terá vídeos, apresentações de livros, instalações, projeções, oficinas e palestras. Desta forma, apresenta-se como espaço privilegiado de demarcação e disputa política em torno dos rumos do desenvolvimento nacional.

Aberta a toda a sociedade, a conferência será realizada no canteiro central da Esplanada dos Ministérios, em frente à Catedral de Brasília. Estarão presentes conselheiros de orientação do Ipea, diretores e técnicos de planejamento e pesquisa do Instituto, além de acadêmicos, representantes de entidades dos movimentos sociais e autoridades de todas as regiões do país. O Ipea não arcará com despesas de transporte, alojamento e alimentação, que ficarão a cargo do público.

As inscrições para a Conferência sobre Desenvolvimento vão somente até dia 12 de novembro. Ela tem entrada franca e o formulário de inscrição está disponível no sítio da Code. 

Por Luana Bonone, Diretora de Comunicação da ANPG, com informações do Ipea e do Diap

Author

Write A Comment