A Jornada de Lutas da UNE, UBES e ANPG tradicionalmente realizada no mês de março já está sendo organizada pelos pós-graduandos. No final de fevereiro, durante reunião ampliada da diretoria, a ANPG delimitou os temas das ações deste ano: Direitos dos Pós-Graduandos, Valorização das Bolsas de Pesquisa e Memória de 50 anos do Golpe Militar de 1964. As atividades devem acontecer na última semana de março e primeira semana de abril.

Campanha de Bolsas da APG UFOP em 2013
Campanha de Bolsas realizada pela APG UFOP em 2013

“As temáticas sugeridas para as ações deste ano relacionam-se não apenas com as pautas específicas dos pós-graduandos, como as bolsas, mas também com temas caros à sociedade de uma maneira geral. Relembrar o Golpe de 64 é também uma forma de acumular forças na busca pela verdade dos fatos, a exemplo das comissões da verdade, e manter viva a memória daqueles que lutaram pelo restabelecimento da democracia”, pontuou o Vice-Presidente São Paulo da ANPG, Marcelo Arias.

O reajuste das bolsas de pesquisa e a garantia de direitos aos pós-graduandos tem sido exaustivamente debatidos pelos pós-graduandos. Os reajustes conquistados pela ANPG no último período são insuficientes e não acompanham a inflação. A pressão por mais reajustes continua. Mestrandos e doutorandos, que recebem hoje R$1500 e R$2200, respectivamente, com toda a certeza enfrentam dificuldades cotidianas.

Visando também melhores condições de pesquisa, durante o 39ª CONAP foi debatido e aprovado o Documento de Direitos dos Pós-Graduandos, que elenca uma série de reivindicações como reajustes periódicos e universalização das bolsas de pesquisa, adicionais de periculosidade e insalubridade para determinadas áreas da pesquisa e da pós-graduação e a inclusão dos pós-graduandos nas políticas de assistência estudantil.

“Os pós-graduandos do país mais uma vez se mobilizam em defesa da expansão do sistema de pós-graduação e da democratização do acesso à pós-graduação. Pautamos a universalização das bolsas de pesquisa e uma política permanente de valorização como medida fundamental para alcançar os níveis de titulação estabelecidos nas metas do PNPG, por exemplo. Trata-se de uma medida que segue a lógica de crescimento da universidade pública e do acesso ao ensino superior de maneira geral. É importante, ainda, chamar a atenção da sociedade e do governo para a condição de pesquisa do pós-graduação no Brasil. Pautamos universalização e valorização das bolsas, ampliação e garantia dos direitos dos pós-graduandos e o investimento de 2% do PIB em C,T&I. Convocamos cada APG e cada pós-graduando para que organize atividades em suas universidades e se juntem a nós nessa grande Jornada de Lutas”, afirmou a presidenta da ANPG, Luana Bonone.

Durante a última semana de março a primeira de abril a ANPG sugere que as APGs e os pós-graduandos realizem aulas públicas, debates, atos políticos e twittaço. As atividades devem ser comunicadas à ANPG através dos e-mails ou perfis nas redes sociais para que sejam divulgadas e posteriormente documentadas.

Da Redação

Author

2 Comments

Write A Comment