No última quarta feira, dia 11 de junho,, os estudantes e o conjunto da sociedade brasileira receberam a notícia que foi garantido recursos para educação e ciência a partir da votação de um crédito suplementar ao governo federal no Congresso Nacional. Mais precisamente 1 bilhão de reais para a educação e R$ 300 mil para a Ciência e Tecnologia, o que permitirá que o CNPq recomponha seus recursos. Uma vitória parcial frente ao desmonte que o governo Bolsonaro vem realizando nesses setores e que foi fruto da pressão popular e mobilizações que as entidades estudantis e estudantes brasileiros vêm protagonizando desde as primeiras notícias dos cortes e contingenciamento, se ligando a uma intensa mobilização e combate dos deputados federais que são oposição ao governo. Compreendendo o parlamento conservador e retrógado que temos hoje no Brasil, a Associação Nacional de Pós-Graduandos saúda todos os parlamentares envolvidos nessa vitória e que estiveram ao lado do povo.

Essa conquista sinaliza que estamos no caminho certo e que é imperativo manter na ordem do dia a luta política nas ruas e no parlamento para garantir que ninguém toque nas universidades, nas escolas e na nossa ciência. É por isso que voltaremos às ruas nesse dia 14 de junho, em defesa da educação e da ciência, nos somando a luta a greve geral dos trabalhadores contra a reforma da previdência convocado pelas centrais sindicais. Pós-graduandos, universitários, secundaristas, professores e todo os segmentos da sociedade civil coesos juntos com os demais trabalhadores em defesa do futuro do país.

Write A Comment