plataforma sucupira

Nova plataforma da CAPES possibilitará maior transparência e permanente acesso às informações e dados sobre o SNPG

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) está implementando uma nova e importante ferramenta que tem como objetivo coletar informações, realizar análises e avaliações e ser a base de referência do Sistema Nacional de Pós-graduação (SNPG). Mas, para isso, é importante que cada pós-graduando mantenha seu currículo Lattes atualizado, pois o programa se utilizará também dessas informações para atualização de seus dados.

Com essa plataforma, a comunidade acadêmica terá acesso em tempo real e com muito mais transparência às informações, processos e procedimentos que a CAPES realiza no SNPG. Igualmente, a plataforma propiciará a parte gerencial-operacional de todos os processos e permitirá maior participação das pró-reitorias e coordenadores de programas de pós-graduação.

“A plataforma Sucupira, que está em fase de implementação, tem vários fundamentos e objetivos, entre eles, talvez um essencial seja o de possibilitar a maior transparência e o permanente acesso às informações e dados sobre o Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG)”, comenta Livio Amaral, Diretor de Avaliação da CAPES.

Neste momento, está sendo realizado o processo de inserção, conferência e homologação dos dados relativos a todas as atividades de 2013 para que o Programa entre em vigor. Desde abril, está disponível para preenchimento das informações de Coleta de Dados pelos programas de pós-graduação. O prazo para consolidação destas informações vai até 15 de setembro.

“Neste contexto, gostaria de contar com a colaboração dos pós-graduandos para irem às coordenações dos seus respectivos cursos, procurando aportar os seus dados e se disponibilizando a ajudarem o(a)s coordenadore(a)s e secretário(a)s, de modo que as informações de cada curso sejam as mais completas e exatas possíveis”, diz Lívio.

A partir daí, a chancela dos dados, feita pelos coordenadores dos programas de pós-graduação, e homologação, pelos pró-reitores dos programas, vai até o dia 19 de setembro. Após essa data, os dados consolidados relativos ao ano de 2013 estarão permanentemente abertos para consulta na página da CAPES, disponibilizando a informação de quem fez a homologação/chancela sobre aquele período.

A CAPES ainda sugere o preenchimento contínuo dos dados de 2014, à medida que as atividades dos programas de pós-graduação sejam realizadas, para evitar sobrecarga de trabalho ao final do período. No início de 2015, será divulgada a data de chancela para os dados de 2014.

Quais os avanços para os processos da CAPES?

• Maior transparência dos dados para toda a comunidade acadêmica;
• Redução de tempo, esforços e imprecisões na execução de avaliação do Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG);
• Maior facilidade no acompanhamento da avaliação;
• Maior confiabilidade, precisão e segurança das informações;
• Controle gerencial mais eficiente.

Quais os avanços para as Instituições de Ensino (IES)?

• Maior facilidade e simplicidade no processo de coleta/envio das informações;
• Imediata visibilidade das informações da instituição;
• Maior agilidade no processo de solicitações e facilidade na comunicação junto a CAPES;
• Melhor acesso e maior disponibilidade de informações sobre todo o SNPG para elaborar metas, ações e políticas institucionais e respectivos planos de desenvolvimento;
• Envio de informações continuamente em tempo real ao longo do ano;
• Possibilidade de integração com sistemas de registro acadêmico-corporativos.

Curiosidade:
A Plataforma foi nomeada em homenagem ao professor Newton Sucupira, autor do Parecer nº 977 de 1965. O documento conceituou, formatou e institucionalizou a pós-graduação brasileira nos moldes como é até os dias de hoje.

Clique aqui para acessar a Plataforma Sucupira!
Da redação

Author

1 Comment

  1. Marcos Paulo Mendes Araujo Reply

    Gostei muito desta ideia. Creio que essa nova plataforma irá colaborar muito com os cursos de Pós-Graduação.

Write A Comment