ato faperj

A ANPG, representada por sua diretora, Gabrielle Paulanti; juntamente com representantes da APG- UFFRJ, e pós-graduandos da UNIRIO, UFRJ e UERJ, se reuniram nesta segunda-feira (15) com a FAPERJ, para discutir sobre o atraso recorrente das bolsas de pesquisa, além da mudança de data no pagamento do benefício para o dia 20 do mês. Participaram da reunião, o presidente da FAPERJ, Augusto Raupp, além do diretor científico da agência, Jerson Lima e  Consuelo Borges, representante da Divisão de Bolsas e Auxílios.

“Nós pressionamos a FAPERJ, dissemos que os atrasos das bolsas e a mudança no dia do pagamento são inaceitáveis”, disse Gabrielle Paulanti, da ANPG.

Outra reinvindicação dos pós-graduandos é a melhora na qualidade de comunicação da FAPERJ com os bolsistas, que muitas vezes têm suas bolsas de pesquisa atrasadas e não recebem quaisquer informações da agência.

O presidente da FAPERJ justificou o atraso, dizendo que essa é uma situação orçamentária do Estado, que possui um déficit de 13 milhões de reais, devido a queda de arrecadação de recursos.

Raupp disse que essa (a mudança do dia de pagamento para 20) é uma situação passageira, e disse que essa mudança foi necessária para que a agência pudesse se comprometer a realizar os pagamentos sem mais atrasos. Essa alteração no dia de pagamento ocorreu devido à nova data de repasse da verba do governo do Estado à agência.

Raupp disse que iria fazer o máximo para que a data de pagamento das bolsas volte o mais rápido possível para o dia 10. Eles também se comprometeram a encaminhar um pedido de inclusão de um representante discente eleito pelos pós-graduandos no Conselho da FAPERJ.

Além disso, da reunião ficou um indicativo de que a ANPG irá solicitar uma audiência com o governador do Estado do Rio de Janeiro, e a FAPERJ se comprometeu a estar presente nessa reunião, juntamente com a entidade e representantes dos pós-graduandos do Rio. Isso será encaminhado na próxima reunião com a agência, que deverá ocorrer no dia 30 deste mês, para continuar acompanhando o caso.

Da redação

Write A Comment