Prefeitura arcará com pagamentos de bolsas de estudos para cursos de mestrado e doutorado. Serão disponibilizadas 60 bolsas

Os professores da rede pública de Santos que já passaram pelo estágio probatório ganharam nesta terça-feira (15), no dia dos professores, um presente do prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB). O chefe do Executivo santista apresentou o programa “Mestre-Aluno”, no qual a Prefeitura arcará com o pagamentos de bolsas de estudos para cursos de mestrado e doutorados para estes professores, visando a valorização dos profissionais.
“Hoje, temos por volta de 100 profissionais da rede pública com mestrado e doutorado. Nossa meta é avançar muito nesse número nos próximos anos. Cerca de 2.300 professores estáveis (que passaram por estágio probatório) poderão participar do programa”, explica Paulo Alexandre.
O anúncio do programa foi realizado no Salão Esmeraldo Tarquíno e contou com a assinatura da secretaria de Educação, Jossélia Fontoura. “O programa é um grande sonho para todos os educadores. É  um projeto muito grande. Temos mais de 3 mil educadores e poucos têm formação completa. Ganhamos todos nós, a Cidade, a secretaria e as crianças, que são o nosso foco, devemos trabalhar por elas”, assinala Jossélia.
De acordo com o prefeito, o projeto segue para a Câmara. “Como é um projeto que gera investimentos por parte do Município, estamos aguardando a decisão da Câmara. Sendo aprovado, vamos publicar o regulamento, contendo as regras para que os educadores possam aderir”.
Paulo Alexandre explica que o programa terá exigências mínimas. “Vamos conferir mensalmente se os educadores estão indo nas aulas e participando dos cursos. Teremos uma exigência de que o profissional permaneça na rede pública o dobro de tempo que passou realizando o curso”.
Os professores poderão escolher livremente as universidades em que realizarão seus cursos. Ainda de acordo com Paulo Alexandre, mesmo que o profissional opte por uma universidade da rede pública, ele continuará recebendo a bolsa. “Servirá para arcar com os custos durante o curso”.
Segundo o chefe do executivo santista, em 2014 serão destinadas 60 bolsas (50 para cursos de mestrado e 10 para doutorado). “As bolsas são no valor de R$ 1.300 para mestrado e R$ 1.600 para doutorado, valor médio que se aplica nas principais universidades. A tendência é dobrar o número de bolsas anualmente”.
Author

Write A Comment