Na tarde do último sábado (14), a diretoria executiva da ANPG se reuniu em São Paulo com a comissão organizadora do 23º Congresso da entidade. Além dos detalhes para a realização do fórum, que deve reunir cerca de mil pós-graduandos, a reunião também tratou da nova fase da Campanha de Bolsas, que será relançada neste ano de 2012.

 
Elisangela Lizardo, presidente da ANPG, e Marcio Meinberg, mestrando pela PUC-SP, durante reunião da ANPG. Foto: Luana Bonone.

 

De acordo com Elisangela Lizardo, presidente da ANPG, a Campanha de Bolsas ganhará novo fôlego a partir de agora. “A pressão institucional vai continuar, estivemos com o CNPq e o MEC e estamos pleiteando uma audiência com a presidenta Dilma. A decisão dessa reunião foi a de que precisamos ampliar e potencializar as ações Brasil afora. Definimos que é hora de uma ação maior de pressão, por isso convocaremos uma paralisação dos pós-graduandos pelo reajuste imediato das bolsas”, ressaltou.

 

A ideia é realizar ações descentralizadas, porém em data unificada, pelo país todo. A paralisação dos pós-graduandos será sempre acompanhada de aulas públicas, assembleias, atos e manifestações em torno do reajuste das bolsas, que já entram no quarto ano consecutivo de congelamento.

 

Para Marcelo Arias, mestrando em Mudanças Sociais e Participação Política pela USP, radicalizar as ações é preciso. Para ele, uma “política de valorização das bolsas deve ser entendida como parte de uma visão estratégica voltada ao desenvolvimento do país”.

 

A nova fase da Campanha de Bolsas da ANPG contará também com twittaço, enxurrada de e-mails aos parlamentares e agendas institucionais. “Faremos ações em todos os espaços nos quais seja pertinente a reivindicação. Não descansaremos enquanto nossa pauta não for atendida”, finalizou Elisangela.

 

Congresso

 

Ainda nessa mesma reunião, alguns detalhes sobre o 23º Congresso Nacional de Pós-Graduandos já foram resolvidos.

 
Thiago Custódio e Rodrigo Cavalcanti, diretores da ANPG  e Rogério Monteiro, doutorando pela PUC-BH. Foto: Luana Bonone.

 

O fórum está previsto para acontecer em maio de 2012,  em locala  ser definido pela comissão de orgfanização do congresso a partir de reuniões previstas para ocorrer até o início de fevereiro. Foram elencados três cidades possíveis de receber o congresso: São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, sendo São Paulo o local mais provável.

 

A atividade pretende reunir cerca de mil pós-graduandos, além de eleger a próxima diretoria da ANPG. Debates, Mostra Científica e atividades culturais estão previstas para compor a programação.

 

O regimento com as regras para eleição de delegados e a programação preliminar estarão disponíveis no sítio até o início de fevereiro. 

 

Da Redação.

Author

Write A Comment