“50% do Fundo do Pré-sal para a Educação” além de intitular a campanha das entidades estudantis, ANPG (Associação Nacional de Pós-Graduandos), UNE (União Nacional dos Estudantes) e UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas), também se transformou em emenda ao texto do Projeto de Lei que cria o Fundo Social, para futura aplicação de recursos provenientes da exploração do petróleo na camada pré-sal. Pela emenda, 50% do total da receita obtida pelo Fundo Social “deverão ser aplicados em programas direcionados ao desenvolvimento da educação".

Já estão na pauta do Senado Federal os vários e diferentes Projetos de Lei que determinarão o futuro dos recursos advindos da exploração do petróleo na costa brasileira. O momento é de grande expectativa e os pós-graduandos brasileiros estarão representados nesta grande oportunidade para garantir que as riquezas brasileiras sirvam, de fato, ao desenvolvimento do país e ao investimento em Educação.

Por isso, as entidades estudantis UNE, UBES e ANPG convocam os estudantes a novamente saírem às ruas nesta quinta-feira, 20 de maio.

 

 “A ANPG está se movimentando para que possamos garantir o máximo de apoio entre os parlamentares e a presença dos estudantes no ato é fundamental para que esse apoio seja concretizado. A educação, setor estratégico para o pleno desenvolvimento do nosso país, precisa dos recursos do Pré-Sal.”, finalizou a Vice-Presidente Centro-Oeste da ANPG, Tamara Naiz.

 

Acesse aqui a Cartilha da Campanha

 

Ato: Pré-sal para a educação e por um novo marco regulatório do petróleo

Data: 20 de maio

Local: Brasília / DF

 

 







Da redação.

 

 

 

Author

Write A Comment