A Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) esteve presente no lançamento do 3° Pacto pela Juventude, em Salvador, na quarta-feira (15). O documento foi elaborado pelo Conselho Nacional de Juventude (Conjuve) no qual a ANPG, representada pela presidenta Luana Bonone, faz parte na comissão de planejamento.

Foto: Conjuve

Além dos candidatos à Prefeitura e à Câmara de Vereadores de Salvador, estiveram presentes no Ato de Compromisso Ângela Guimarães, presidenta do Conjuve, Michelle Vieira e Vladimir Costa, presidenta e vice- presidente da Coordenação Estadual de Juventude (Cojuve). 

Com o título "A cidade que a juventude quer: com desenvolvimento, direitos e participação”, o Pacto é uma proposição das organizações da sociedade civil que compõem o Conselho Nacional de Juventude para que os governos federal, estaduais e municipais se comprometam com as políticas públicas de juventude em suas ações e programas, e aos candidatos a prefeitos (as) e vereadores (as) para que incorporem as demandas juvenis em suas plataformas eleitorais. As organizações apresentarão aos candidatos desta eleição, as demandas de politicas públicas para juventude, como forma de oficializar o compromisso com as pautas dos jovens. 
 
O documento destaca nove propostas: educação de qualidade; trabalho decente para a juventude; saúde integral; direito à comunicação; acesso à cultura, esporte, lazer e tempo livre; direito ao território; prevenção e enfrentamento à violência; institucionalização da política de juventude; e fortalecimento de canais de participação. 
 
De acordo com Luana Bonone, a elaboração do pacto e apresentação no pleito eleitoral vem em um momento propício. “O Pacto da Juventude é peça agregadora na construção das políticas públicas para juventude e vem, nesse terceiro ano, para garantir que os próximos gestores e legisladores cumpram e comprometam-se com as demandas dos jovens brasileiros, que, agora, – após a aprovação da PEC no semestre passado e de todos as conquistas em torno da luta – saem do lugar onde eram encarados como problema e passam a ser os protagonistas da história. Capacitar, estimular e trazer a juventude para dentro da construção do projeto de desenvolvimento do país é o nosso desafio.” 
 
O Pacto pela Juventude pode ser lido na íntegra aqui 
 
Sobre o Pacto 
 
O Pacto pela Juventude é um documento elaborado pelas organizações sociais que integram o Conselho Nacional de Juventude como forma de fazer com que os/as candidatos/as se comprometam com a juventude e implementem as propostas apresentadas pelo Conjuve para os/as jovens brasileiros/as.
 
O primeiro Pacto foi produzido em 2008, por ocasião das eleições municipais, com o objetivo de fortalecer as discussões em torno da 1ª Conferência Nacional de Juventude – realizada naquele mesmo ano – e destacar as diretrizes da Política Nacional de Juventude. Dois anos depois, nas eleições presidenciais de 2010, o Conjuve lançou a segunda edição do documento. Dessa vez com foco na construção de uma agenda pública de juventude.
 
"Como resultado, verificamos que o Pacto colaborou para a inclusão da juventude brasileira na Constituição Federal, com a Emenda 65, a institucionalização da Política Nacional de Juventude, através da criação de órgãos de conselhos, a aprovação de planos estaduais e municipais, além da tramitação dos marcos legais, tais como o Estatuto e o Plano Nacional de Juventude”, revela o documento.
 
Conheça o passo-a-passo para a realização de atividades do Pacto da Juventude 
 
Da redação, com informações do CONJUVE
 
Author

Write A Comment