festival
Tamara Naiz, presidenta da ANPG, Flávio Franco, diretor da entidade, e Tatiana Seliverstova – RI RUY, que integram juntos o Fórum de juventude dos Brics

O 19° World Festival of Youth and Students é um evento internacional, organizado pela Federação Mundial da Juventude Democrática (WFDY), que é uma entidade internacional não governamental reconhecida pelas Nações Unidas, em conjunto com a União Internacional de Estudantes. O evento acontece desde 1947 cada vez em um país.
Este ano o festival acontece na Rússia, em Sochi, e recebeu estudantes do mundo inteiro. A Associação Nacional de Pós-Graduandos, ANPG, foi com uma delegação representar as pós-graduandas e os pós-graduandos do Brasil e da América Latina.
Para presidenta da entidade, Tamara Naiz, participar do festival é muito importante: “Está é uma experiência rica e importante para discutir novos rumos, ainda mais com a situação política em que nosso país se encontra. Esse intercâmbio serviu para desmistificar conceitos, culturas e trocar experiências”. Naiz participou da mesa The development of science and health for the people’s needs or for the profits of monopolies: “Neste debate discutimos o papel da ciência, onde pude denunciar o desmonte que a ciência brasileira vem sofrendo pelo governo ilegítimo”, contou.
Representando a ANPG, Flávio Franco, director de Relações Internacionais da entidade, também participou da conferência: “the education of youth as a reflection of social development”, no programa do Fórum das Juventudes dos BRICS. “Antes de começar minha intervenção, pedi um minuto de silêncio em solidariedade ao ataque terrorista na Somália, sinalizando que o Conselho de Segurança da ONU deve mudar sua concepção de combate ao terrorismo e construção da paz, tendo em vista que Vidas negras importam e não devemos aceitar o racismo institucional do CSONU em suas operações de paz”, contou Franco.
O diretor abordou que a educação é uma concepção de direitos sociais, prescrita na Declaração Universal dos Direitos Humanos, tendo em vista uma educação a serviço da sociedade, no qual o conhecimento deve ser socializado e produzido para melhorar a qualidade de vida e elevar a emancipação dos povos. “Destaquei a importância de investimentos em educação, Ciência, tecnologia e inovação, como áreas estratégicas para o desenvolvimento econômico e social do Brasil”.
O festival acontece até dia 22 de outubro.
Flavio_sochi

Write A Comment