A Carta da ANPG percorre o Brasil

                                                                                                                                             Por Reinaldo César

 

Durante todo o ano de 2009 a ANPG percorreu o Brasil todo com sua Caravana de Ciência, Tecnologia e Inovação promovendo debates com o conjunto dos pós-graduandos. No dia 7 de abril deste ano, em Brasília, uma reunião foi organizada por representantes da Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) e pós-graduandos de todo país, na qual foram entregues, ao próprio Ministro da Educação, Fernando Haddad, as pautas de reivindicações dos pós-graduandos. Decorrentes dessa Caravana, os estudantes de pós-graduação mobilizados em todo país continuam sua luta pelos direitos da categoria. Direitos esses, que não podem ficar apenas na idealização, mas sim como parte de um programa de investimentos a serem tomados pelo governo e nação.

Nossa luta é simples e objetiva, uma luta por direitos e desenvolvimento da pesquisa e educação. Para que isso ocorra é necessário um plano que universalize as bolsas, garanta reajustes anuais, assistência estudantil, licença maternidade, vagas em creches, 130 bolsa entre outras tão importantes reivindicações.

Esses investimentos serão concretizados se toda a sociedade brasileira impulsionar uma pressão popular, exigindo que o Ministro Haddad e o governo federal tomem nossas reivindicações como parte de programa de governo. A campanha, aprovada no último Congresso da ANPG, está em curso e já está percorrendo vários estados do país.

                Recentemente, no dia 3 de maio, foi entregue ao Senador Eduardo Suplicy a carta da ANPG ao MEC, solicitando seu apoio político e que intervenha junto ao governo federal para o atendimento de nossas demandas em caráter de urgência. O Senador Suplicy mostrou-se otimista e receptivo em debater o assunto.

                Agora cabe a cada entidade e estudantes de pós-graduação do país procurarem mais apoiadores políticos (parlamentares, sindicais) para que juntos encabecem essa luta, que não é apenas por direitos mas sim para desenvolvimento de um país soberano.

O quadro atual da pós-graduação melhorou em relação a governos anteriores, mas ainda há muitas reivindicações que não foram atendidas, justificado principalmente pelo fato alarmante que 50% dos estudantes das universidades públicas ainda não possuem bolsa, o que gera um quadro de precarização, sem falar da falta de possibilidades de seguir uma carreira fora da academia, causado principalmente pela falta de institutos públicos de pesquisa.

A nossa luta já começa a gerar conquistas, pois no último dia 26/04 a justiça de São Paulo deu ganho de causa para os pós-graduandos garantindo de volta a meia passagem intermunicipal, em uma ação conjunta de todas as APG´s do Estado com a ANPG, sempre mantendo a pressão para reverter a posição do governo estadual. Agora é exigir do MEC a extensão pata todo o país deste direito, pois somente a luta conquista.

 

Reinaldo César é membro da APG USP São Carlos

 

Author

Write A Comment