A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) inaugura, nesta quinta-feira (20), um núcleo da Rede Universitária de Telemedicina (Rute) na Universidade Federal de Rondônia (UNIR), às 10h (9h no horário local). O espaço conta com uma sala de videoconferência com equipamentos para conexão em banda larga que permitem assistência remota a pacientes e atividades de educação a distância e pesquisa colaborativa. Formada por 158 instituições, a Rute é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) coordenada pela RNP.
 
Segundo o coordenador da Rute, Luiz Ary Messina, o fomento a essas ações possibilita o desenvolvimento da atenção à saúde no país. "Com a interação de grupos de interesse, os especialistas discutem novas metodologias de tratamento e passam dados para os residentes. Já a educação a distância promove homogeneidade da formação na área médica em lugares remotos do país. Possibilita também a assistência de especialistas de grandes centros, especialmente nos hospitais de ensino, que geralmente não são acessíveis para a população em localidades distantes. Dessa forma, estamos na linha de frente nessa atuação no mundo e, por isso, temos recebido o reconhecimento mundial da Organização Pan-Americana de Saúde (OPS) e da Organização Mundial da Saúde (OMS)", afirma Messina.
 
Na UNIR o projeto vai impactar diretamente cerca de 150 médicos e 300 alunos e ex-alunos. "Para um Estado como o nosso, que tem uma comunidade médica que carece de conhecimento, o lançamento desse projeto será um divisor de águas para saúde, com resultados imediatos e também de longo prazo", afirma coordenador local do núcleo, professor José Serbino. A ideia é que a universidade possibilite aos alunos acesso ao que há de melhor na área acadêmica e que também sirva como uma multiplicadora de conhecimento para todo o estado. A UNIR pretende atrair ainda a comunidade médica de fora da universidade para o projeto e firmar parcerias e convênios com todos os municípios de Rondônia, para levar saúde para lugares remotos.
 
Com a inauguração do núcleo da UNIR, a Rute passará a ter 58 núcleos em operação em todo o Brasil. A iniciativa é considerada a maior do mundo. Existem ainda 50 SIGs (Grupos de Interesse Especial, na sigla em inglês) em várias especialidades e sub-especialidades da saúde em plena operação com 600 sessões/ano de vídeo e webconferências.
 
RNP
 
A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) é uma Organização Social (OS), associada ao ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), responsável pelo Programa Interministerial RNP, que conta com a participação do Ministério da Educação (MEC), da Saúde (MS) e da Cultura (MinC). Pioneira no acesso à Internet no Brasil, a RNP planeja e mantém a rede Ipê, a rede óptica nacional acadêmica de alto desempenho. Com Pontos de Presença em 27 unidades da federação, a rede tem mais de 800 instituições conectadas. São aproximadamente 3,5 milhões de usuários usufruindo de uma infraestrutura de redes avançadas para comunicação, computação e experimentação, que contribui para a integração entre o sistema de Ciência e Tecnologia, Educação Superior, Saúde e Cultura.
 
Fonte:  Comunicação da RNP
 
Author

Write A Comment