marca-horizontal-fapeg
O atraso de bolsas de bolsistas da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (FAPEG) foi motivo de cobrança de esclarecimento da ANPG à agência estadual, que respondeu ontem o nosso contato.
De acordo com a agência, as bolsas da FAPEG não estão sendo pagas com atraso, o que ocorreu foi uma alterações de datas. Veja a carta:
“Agradecemos o seu contato e a oportunidade de prestar os esclarecimentos necessários. As bolsas da Fapeg não estão sendo pagas com atraso, o que ocorreu foi uma alteração nas datas. O pagamento para os bolsistas ocorre sempre após a quitação da folha salarial do Estado e também de seus encargos. Diante do cenário econômico atual, o governo de Goiás, há alguns meses, alterou a forma de pagamento da folha salarial. O pagamento, que antes era realizado até o final do mês trabalhado, passou a ser dividido: parte dos servidores recebe até o último dia do mês e o restante após o dia 10 do mês posterior.
Quando a folha do Estado era toda paga até o final do mês trabalhado, as bolsas eram pagas até o quinto dia útil do mês seguinte. Desde 2015, com as mudanças ocorridas, as bolsas da Fapeg passaram a ser pagas entre os dias 15 e 22 do mês seguinte, dependendo da liberação dos recursos financeiros e dos sistemas do Estado com o sistema bancário no qual o bolsista tem conta. Portanto, essa é uma situação permanente enquanto estiver vigente este cronograma da folha de pagamento do Estado.
A Fapeg possui, hoje, mais de mil bolsistas em diversos níveis e considera esta uma conquista importante, que tem propiciado o desenvolvimento de pesquisas científicas, tecnológicas e de inovação em inúmeras instituições de Goiás.”

Write A Comment