Foi lançado, na manhã desta quarta (20), dentro das atividades da Rio+20, o livro Contribuição da pós-graduação brasileira para o desenvolvimento sustentável – Capes na Rio+20.

O presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Jorge Almeida Guimarães, disse que a contribuição que a pós-graduação vem fazendo está registrada na publicação, sobretudo nos últimos anos. "A temática do desenvolvimento sustentável é muito recente, não tem mais de 30 anos, e, antes disso, o Brasil, por meio de vários cursos de pós-graduação, formava recursos humanos na área ambiental, ecologia e outros temas relacionados".

Para o coordenador da área de ciências ambientais da Capes, Arlindo Philippi Jr, a publicação caracteriza o quanto o Sistema Nacional de Pós-Graduação tem contribuído para as questões da sustentabilidade.

Jorge Guimarães lembrou o fato de a Capes protagonizar ações induzidas em vários temas como engenharias, ciências do mar, TV digital e outros. "Por conta dessas ações e com base nos estudos realizados pela comissão que elaborou o livro, estamos com ações em campo voltadas à temática do desenvolvimento sustentável. Estão sendo trabalhados três editais para este tema", informou.

Livro

A publicação tem como base informações provenientes do Plano Nacional de Pós-Graduação (PNPG) 2011-2020 (Volume I) e dos Documentos Setoriais deste Plano (Volume II), além de incluir textos elaborados por especialistas de reconhecimento internacional. Aos estudos do PNPG foram acrescidos outros, oriundos de contribuições de consultores e de coordenadores de áreas de avaliação da Capes.

O texto registra a evolução da pós-graduação brasileira no enfoque do desenvolvimento sustentável e seus marcos históricos, além do quadro atual e desafios da pós-graduação relacionados aos temas da Rio+20, sendo apresentados aspectos ligados aos importantes instrumentos para formação dos recursos humanos.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Capes

Author

Write A Comment