Estudantes de graduação e pós-graduação de norte a sul do Brasil se mobilizam em suas universidades contra o golpe e em defesa da Democracia.

UFPE

Na Faculdade de Direito de Recife, da UFPE, ontem (21), milhares de pós-graduandos se mobilizaram contra o Golpe. “É a universidade brasileira funcionando como um grande comitê em defesa da Democracia”, opinou Gabriel Nascimento, diretor da ANPG.

A Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) também se mobilizou contra o golpe. Os pós-graduandos baianos fizeram uma “vigília” em defesa da Democracia Brasileira, que começou às 17h de segunda e se estendeu noite adentro.

Unicamp

No começo da tarde desta terça-feira (22), estudantes de graduação e pós-graduação, e professores se reuniram na ADunicamp (Associação de Docentes da Unicamp) para o debate “Unicamp contra o Golpe” (foto acima). Foi discutida a conjuntura política do país e traçado ações para barrar o golpe e defender a Democracia.

UnB

Ainda nesta terça-feira, a Frente Brasil Popular realizou, na Universidade de Brasília, o debate “Brasil: Para onde vamos”, com análises sobre a crise e os riscos de uma ruptura democrática. O debate reuniu estudantes de graduação e pós-graduação contrários ao golpe que se articula no país, além de professores e juristas.

Estudantes de pós-graduação e professores também se reuniram hoje para a criação de uma Frente universitária contra o golpe, na Universidade Federal de Goiás.

A Universidade Federal de Grande Dourados (MS) também se manifestou em defesa da Democracia. Direções de diversas faculdades da universidade publicaram hoje (22) nota em defesa da Democracia.

Graduandos e pós-graduandos do Mackenzie organizam ato na rua Maria Antônia nesta quarta-feira (23), às 18h. Representantes de entidades do movimento social participarão de debate no TUSP (Teatro da USP) com o tema “A história não se repetirá”. Além dos mackenzistas, estudantes da USP e PUC estarão presentes.

USP CONTAR O GOLPE - passeata 18-3-2016

Pós-graduandos da USP realizarão ato em defesa da Democracia nas próximas semanas. Eles que, na sexta-feira (18), se organizaram e compareceram  (cerca de 500 uspianos) para manifestar-se contra o golpe judiciário que se articula no Brasil na Av. Paulista, em São Paulo (foto).

Da redação

Author

Write A Comment