Na manhã da segunda-feira (23) a ANPG teve um dia cheio na 64ª Reunião Anual da SBPC. Os diretores escolheram, entre a extensa programação, alguns debates prioritários para as pautas dos pós-graduandos. Na parte da tarde, o destaque foi o 13º Encontro de Jovens Cientistas
 
O reitor da UFMA, prof. Natalino Salgado e à dir o Ministro de C,T&I, Marco Antonio Raupp. Foto: MCTI
A Conferência Estratégia Nacional de C,T&I: Desafios e Oportunidades, proferida pelo Ministro de C,T&I, Marco Antonio Raupp não poderia ter ficado de fora.
O lançamento de um pacote de medidas foi o ponto principal da conferência. O objetivo é otimizar recursos orçamentários, manter, aprimorar e criar programas mobilizadores e dar consistência às políticas da área, com o intuito de promover os temas como um dos eixos estruturantes do desenvolvimento do Brasil, nos próximos anos. 
 
O anúncio inicial foi a renovação por mais dois anos (até 2015) de 116 Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCTs) que atuam em áreas de conhecimento estratégico para o desenvolvimento sustentável da sociedade, como energia, nanotecnologia, biodiversidade, tecnologia da informação e comunicação (TICs) e meio ambiente. 
 
O ministro também informou que o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI) lançará nova chamada do Programa Ciência sem Fronteiras (CsF) na segunda-feira (30). Desta vez, Austrália, Alemanha, Canadá, Coreia do Sul, EUA, Holanda, Portugal e Reino Unido, são os países que o programa alcançará. Foi informado que acordos com China, Japão, Irlanda, Finlândia e Noruega, e instituições como o Massachusetts Institute of Technology (MIT) e as universidades de Oxford e Harvard estão próximos de serem finalizados. Nestes meses de julho e agosto, o CNPq está efetuando ainda chamadas públicas voltadas para tecnologias apropriadas ao desenvolvimento dos assentamentos do Plano Nacional de Reforma Agrária e áreas como nascimento prematuro e saúde bucal, entre outros. 
 
Leia mais aqui
 
13º Encontro de Jovens Cientistas
 13º Encontro de Jovens Cientistas. Fotos: Eleonora Rigotti.
Já é tradição da ANPG realizar o Encontro de Jovens Cientistas durante a Reunião Anual da SBPC, e dessa vez não foi diferente. A atividade realizada na tarde da segunda-feira reuniu cerca de 50 estudantes na Tenda da ANPG. O professor Álvaro Ayala, integrante da Comissão Executiva Nacional do PET (CENAPET) enriqueceu o debate com reflexões acerca do tema do encontro: Educação científica para a popularização da ciência.
 
Ayala destacou a necessidade de interdisciplinaridade na pós-graduação. Em sua opinião, a experiência que os estudantes vivenciam nos grupos PET envolvem comprometimento com a extensão e a pesquisa e necessidade de desenvolverem o trabalho de forma coletiva, formato bem diferente do experimentado na pós-graduação, onde a relação se dá entre orientador e orientando. Por fim, o professor destacou o desafio do país em formar mais cientistas e não apenas pesquisadores. 
 
A vice-pesidente da UNE no Maranhão, Renata Pearce, e a diretora de Políticas Institucionais da UBES, Juliane Verseli, pontuaram a deficiência de atividades de ciências nas escolas brasileiras, em especial no Ensino Fundamental. Num relato pessoal, Juliane declarou que seu primeiro contato com uma feira de ciências se deu quando estudava em uma escola da rede particular, que contava com uma infraestrutura maior de recursos para a área.
 
Quem também passou pelo encontro foi o reitor da Universidade Federal do Maranhão, professor Natalino Salgado. O reitor fez questão de parabenizar a ANPG pela realização da atividade em um “espaço ímpar de interação como é a Reunião Anual da SBPC”. 
 
 
Da Redação.
 
Veja o álbum de fotos da participação da ANPG na 64ª RA da SBPC clicando aqui
Author

Write A Comment