05c9ce36-2e2d-442d-b8a7-488b8d2f5fe9
No dia 16 de outubro o presidente da Fepodi (Fedreação Nacional de Pós-graduandos em Direito), Yuri Lannes, e responsável pela Ouvidoria da ANPG, Lis Volpe, estiveram reunidos com o subsecretário da Casa Civil,  Daniel Rodrigues, para debater questões de assédio e o próximo Congresso da Fepodi, que aconetcerá entre 13 e 14 de dezembro na Universidade Presbiteriana Mackenzie.
“Pedimos apoio do Secretário, Aldo Rebelo, para regulamentar e estabelecer diretrizes sobre como as Universidades do Estado de São Paulo poderiam atuar no combate ao assédio no ambiente acadêmico. Na reunião foi apresentada a possibilidade para buscarmos juntos aos reitores um plano antes de formalizar o projeto”, explica Lannes.
Lannes complementa que a ideia é articular um projeto encaminhado pela Secretária do Desenvolvimento Econômico em parceria com a Casa Civil para que o governo do Estado estabeleça essas diretrizes. “Essa construção deve ser feita em conjunto também com alunos, funcionários, professores e reitores”, diz.
É importante ressaltar que o Estado de São Paulo tem importantes Universidades como, por exemplo, USP, Unifesp e Unicamp. “A abertura que a Casa Civil demostrou em discutrir sobre este assunto é muito importante, pois reflete a urgência e de como o assédio interfere não só na vida dos pós-graduandos como também na produção de pesquisa do Estado de São Paulo.

Write A Comment