Brasil
As regiões do Brasil têm assimetrias referente à pós-graduação. Enquanto a região Sul e Sudeste tem mais instituições e estudantes de pós-graduação, outras regiões lutam por orçamentos mais adequados e mais investimento.
Para tanto, ontem, 23, aconteceu na CAPES a 6ª Reunião do Fórum de Reitores da Região Norte. O encontro discutiu ações e formas de apoio com o objetivo de fortalecer a pós-graduação na região.
Em sua fala de abertura, o presidente da CAPES, Abílio Baeta Neves, ressaltou que a ideia é definir um curso de ação que possa, em pouco tempo, trazer algum impacto sobre a região. “Queremos favorecer a região, o que significa favorecer o conjunto das instituições que atuam na região e, não somente, algumas. Para isso, a CAPES já se dispôs a apoiar aquilo que vocês considerarem prioritário e oportuno. A partir disso, nós tentamos encontrar meios e caminhos para viabilizar, tanto quanto possível, esses projetos”, disse.
O presidente apontou ainda a importância da produção coletiva dessas iniciativas. “Somente com forte cooperação conseguiremos definir uma base que nos ajude, em pouco tempo, a sair dessa situação de desvantagem que tem caracterizado a região”, completou.
MAPA DO DOUTORADO NO BRASIL
A publicação NEXO também publicou uma matéria com gráficos que mapeia o Doutorado no Brasil. Doutores se concentram nas capitais para a maior parte dos estados brasileiros, com exceção de Minas Gerais. Veja matéria completa e seus gráficos aqui
 
Fonte: CAPES/NEXO

Write A Comment