Com o objetivo de apoiar financeiramente projetos que contribuam significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico do país na Amazônia Legal, o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e o CNPq lançaram edital nesta segunda-feira (24/08) para todas as áreas de pesquisa. Serão R$ 8 milhões, liberados em duas parcelas, para financiar as propostas aprovadas.

 

As áreas de biotecnologia, microeletrônica, software, engenharia de telecomunicações, tecnologias industriais básicas e energia serão priorizadas com 70% dos recursos disponíveis. Os 30% restantes destinam-se as demais áreas do conhecimento. As inscrições vão até 8 de outubro e a divulgação dos resultados está prevista para 23 de novembro deste ano.

 

As propostas devem ser encaminhadas ao CNPq exclusivamente via internet, por intermédio do Formulário de Propostas Online, acompanhadas de arquivo contendo o projeto. Cada proposta terá valor máximo de financiamento de R$ 150 mil.

 

Os recursos serão distribuídos em três eixos de ação: formação de recursos humanos através da concessão de bolsas de mestrado (GM) e doutorado (GD); capacitação de recursos humanos através da concessão de bolsas nas seguintes modalidades: Especialista Visitante (EV), Desenvolvimento Tecnológico e Industrial (DTI), Iniciação Tecnológica Industrial (ITI) e Apoio Técnico em Extensão no País (ATP); e fixação de recursos humanos, através da concessão de bolsas SET.

 

No caso dos eixos I e II, o proponente será o orientador/supervisor dos bolsistas, e no caso do eixo III será o próprio bolsista da categoria SET. O candidato poderá apresentar um único projeto para apenas um dos eixos. As bolsas concedidas nas modalidades mestrado (GM) e doutorado (GD) terão duração de até 24 meses. Os recursos referentes às bolsas serão incluídos, automaticamente, pelo Formulário de Propostas Online, no orçamento do projeto.

 

O edital está disponível em http://www.cnpq.br/editais/ct/2009/019.htm

 

Fonte: Jornal da CIência

Author

Write A Comment