Terminada a Avaliação Trienal 2010 dos cursos de pós-graduação, referente ao período de 2007 a 2009, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) deu início ao processo de renovação dos mandatos de seus 46 Coordenadores de Área.

Indicações de nome serão recebidas até 26 de novembro e currículos serão analisados ao longo de dezembro. Calendário anexo à Portaria 207, que disciplina os procedimentos de escolha e foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira, dia 25, prevê a divulgação dos resultados do processo até 10 de março de 2011.

O mandato dos coordenadores de área é de três anos, sendo possível uma recondução. A escolha dos nomes cabe ao presidente da Capes, que recebe listas tríplices elaboradas pelo Conselho Técnico-Científico da Educação Superior (CTC-ES) para cada uma das 46 áreas. Também serão escolhidos os coordenadores-adjuntos, cujos nomes são indicados pelos coordenadores titulares, com a escolha final cabendo ao presidente da Capes.

O CTC-ES forma as listas tríplices a partir de indicações da comunidade acadêmica (programas de pós-graduação, associações e sociedades científicas). As indicações deverão ser feitas pelo site da Capes: www.capes.gov.br

Os cursos e programas de pós deverão indicar de três a cinco nomes que cumpram os pré-requisitos estabelecidos. Apenas um dos indicados poderá pertencer a seus quadros. Estão vedadas as indicações de profissionais cargos na administração central ou diretorias das respectivas instituições, "salvo casos excepcionais devidamente justificados".

Já as associações de programas pós-graduação e sociedades científicas poderão indicar somente até três nomes. Estão vedadas as indicações de pesquisadores que estejam exercendo cargos na diretoria ou de representação da própria associação ou sociedade científica.

Terminado o período de consulta, a Diretoria de Avaliação da Capes preparará uma lista com todos os indicados que atendem os pré-requisitos e seus respectivos números de indicações. A partir daí, o o CTC-ES trabalhará em dezembro e em janeiro de 2011 para analisar currículos e formar as listas tríplices.

Nessa fase, o CTC-ES poderá constituir Comitês Assessores "ad-hoc" para auxiliar na elaboração das listas. Esses comitês, formados preferencialmente por antigos Coordenadores de Área, poderão convidar os indicados para entrevistas.

Segundo a Portaria 207, o CTC-ES, na elaboração das listas tríplices, deverá levar em conta "a distribuição da representação entre instituições e regiões do país e a necessária renovação da participação da comunidade acadêmica junto à Capes".

Leia a íntegra a Portaria 207 em:
http://www.in.gov.br/imprensa/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=26&data=25/10/2010

 

Fonte: Jornal da Ciência, 25/10/10
 

Author

Write A Comment