Movimento Nacional de Pós-Graduandos

* Fortalecimento do trabalho da ANPG na área internacional; continuidade de nossa presença na OCLAE; articulação com o movimento internacional de pós-graduandos, com entidades similares e com entidades estudantis de regiões receptoras de brasileiros no exterior, buscando acompanhar a atividade de bolsistas em intercâmbio, defendendo seus direitos e contribuindo para amenizar a “fuga de cérebros”;

 

* Presença mais constante – se possível através de assessoria profissionalizada – no Congresso Nacional;

* Consolidação da Revista da ANPG – Ciência, Tecnologia e Políticas Educacionais;

* Auxílio da ANPG no sentido de reforçar a representação discente nos órgãos colegiados das universidades; campanha nacional junto aos reitores das universidades para garantir espaços para a representação estudantil dos pós-graduandos nos conselhos e espaços deliberativos e consultivos das instituições;DESTAQUE

* Denúncia junto às autoridades competentes do comércio de teses e dissertações;

* Articulação da ANPG com as federações de cursos e fóruns de entidades de área, reforçando sua presença em movimentos setoriais como o da residência médica; ampliação do trabalho da ANPG junto a cada área do conhecimento; reivindicação de assentos em conselhos e demais fóruns de cada área;

* Estímulo à criação de grupos de estudo sobre Educação, Ciência, Tecnologia & Sociedade, de forma a desenvolver uma visão crítica sobre o tema; mais elaboração sobre a temática da ética em pesquisa;

* Manutenção da participação da ANPG na Semana Nacional de C&T, como parceira do Ministério e incentivando a inscrição de atividades da rede do movimento;

* Continuidade do Projeto Memória da ANPG, com ampliação dos esforços para o recolhimento de documentação referente, em particular, às gestões da ANPG que tiveram lugar entre 1987 e 2004, para que possamos completar os registros de todas as diretorias da Associação;

* Parcerias com entidades e órgãos governamentais em torno de uma campanha pela modernização e melhoria do ensino de ciências nas escolas;

*Participação da ANPG no projeto de integração da Plataforma Lattes com a Biblioteca Digital de Teses e Dissertações, mantida pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict).

* Assistência estudantil para os pós-graduandos, principalmente os que não têm bolsas.

*Inserir ativamente os pós-graduandos estrangeiros dentro das propostas da ANPG.

 

Author

Write A Comment