Fórum de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação – FOPROP | Ofício 013/FOPROP/2016 Brasília, 20 de outubro de 2016.

Exmo Sr. Prof. Dr. Marcelo Morales Presidente Interino do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq

Exmo Presidente, O Fórum de Pró-Reitores de Pós-Graduação e Pesquisa é uma entidade que congrega mais de duzentas instituições de ensino superior de todos os segmentos (públicas federais, estaduais e municipais; comunitárias e privadas) e de todas as regiões do país, com cerca de 260.000 discentes e 85.000 docentes de pós-graduação stricto sensu, distribuídos nos 5.812 cursos. O Fórum tem sido protagonista, atuando ativamente em prol do desenvolvimento e consolidação da pós-graduação, da ciência, da tecnologia e da inovação no país.

No dia 10 de outubro o Diretório Nacional do FOPROP esteve nas dependências do CNPq em reunião envolvendo a CAPES, a FINEP e o próprio CNPq, ocasião em que foi anunciada a redução de orçamento para a pesquisa e a inovação. Nesta semana inúmeras matérias na imprensa tem dado conta de que a redução do orçamento do CNPq será de 30% para 2017,o que impactará no fomento de bolsas e auxílios.

Enquanto instituição que representa a comunidade de pró-reitores de pesquisa e de pós-graduação do país, o FOPROP manifesta-se profundamente preocupado com esse cenário. Os cortes de orçamento tem sido progressivos, desencadeando consequências diretas para a pesquisa em nossas instituições. O desânimo tem crescido exponencialmente na comunidade acadêmica, afetando principalmente os jovens pesquisadores em formação e início de carreira.

As instituições de ciência e tecnologia do país, assim como as políticas por elas produzidas nos últimos anos, são patrimônio de nossa sociedade. Não podemos permitir que elas sejam fragilizadas e extintas como vem sendo anunciado.

Solicitamos à Presidência do CNPq a necessária mobilização em defesa desse invejável patrimônio nacional de ciência, tecnologia e inovação, construído ao longo de décadas e tão importante para os pesquisadores brasileiros. Para tanto, se faz necessária a recomposição imediata do orçamento da agência, de modo que as ações de fomento, tais como bolsas de iniciação científica, edital Universal, bolsas de Produtividade em Pesquisa, não sofram diminuição em seus quantitativos, o que prejudicará sobremaneira o futuro da pesquisa brasileira. Cordiais saudações, Prof. Dr. Isac Almeida de Medeiros Presidente do FOPROP

Write A Comment