chemestry
Com o título: “A Ciência brasileira enfrenta uma catástrofe iminente”, a diretora executiva da Red Pop-UNESCO, a rede de popularização da ciência e da tecnologia para a América Latina e o Caribe, Luisa Massarani, publicou um artigo na Chemistry World no qual ela apresenta os problemas que a ciência e tecnologia brasileira enfrentará caso a Pec 241 seja aprovada.
No artigo Massarani explica a PEC 241. “Se aprovado, financiamento do governo não poderá receber mais do aumentos inflacionários ao longo dos próximos 20 anos, mesmo que o produto interno bruto do Brasil (PIB) cresça. A votação no Senado sobre a proposta está prevista para 13 de Dezembro”.
De acordo com o artigo a situação representa uma catástrofe iminente para a ciência brasileira, que já está enfrentando uma situação muito difícil, como alguns laboratórios fechando as portas. os laboratórios de parar algumas atividades. No texto Massarani tambpem conversou com o presidente da Academia Brasileira de Ciências, Luiz Davidovich,
Davidovich também manifesta a sua preocupação de que a ciência brasileira não vai sobreviver 20 anos de privação. “Na verdade, três anos pode ser fatal”, ele adverte. Para resolver esta questão, a Academia Brasileira de Ciências está propondo que a ciência e tecnologia não entre no conjunto da PEC 241, com o fundamento de que eles são vitais para o desenvolvimento econômico.
Para ler o artigo na integra: https://www.chemistryworld.com/news/brazilian-science-faces-imminent-catastrophe/1017612.article
Mais sobre Luisa: graduação em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1987), mestrado em Ciência da Informação pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (1998), doutorado na Área de Gestão, Educação e Difusão em Biociências pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001), fez doutorado-sanduíche com bolsa da Capes no Department of Science and Technology Studies da University College London, pós-doutorado na University College London (2013). Realiza atividades práticas e de pesquisa em Divulgação Científica, área em que atua desde 1987. Trabalha na Fundação Oswaldo Cruz, no Núcleo de Estudos da Divulgação Científica do Museu da Vida. É Honorary Research Associate do Department of Science and Technology Studies da University College London. É líder do Grupo de Pesquisa do CNPq Ciência, Comunicação & Sociedade. Publicou cerca de 70 artigos científicos em Public Communication for Science and Technology, em journals científicos. É membro do Comitê Científico da PCST Network, a rede internacional para Public Communication for Science and Technology. É coordenadora de SciDev.Net (www.scidev.net) para América Latina e Caribe. É Diretora Executiva da Red Pop-UNESCO, a rede de popularização da ciência e da tecnologia para a América Latina e o Caribe.
Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq – Nível 1C – CA DC – Divulgação Científica. Cientista do Nosso Estado. Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia 2014 (categoria integração, como líder do grupo). Atua principalmente nos seguintes temas: aspectos históricos e contemporâneos da divulgação científica; ciência na mídia; percepção pública da ciência.

Write A Comment