Em maio deste ano, durante a realização do 23º Congresso Nacional de Pós-Graduandos, na cidade de São Paulo, foi feito o anúncio, pelos presidentes da CAPES e do CNPq, do reajuste de 20% das bolsas de mestrado, doutorado, iniciação científica e pós-doc no país (10% a partir de 1º de julho e 10% no início de 2013).

Em resposta à presidenta da ANPG, Luana Bonone, durante a 64ª Reunião Anual da SBPC, o presidente da CAPES, Jorge Guimarães, disse que as bolsas CAPES/REUNI serão reajustadas normalmente, em conjunto com as demais.

Havia uma insegurança tanto dos pós-graduandos beneficiados por essa modalidade de bolsas como da própria ANPG, uma vez que um comunicado oficial à agência não havia sido respondido até então.

A ANPG reforça que o reajuste conquistado até então se deve à mobilização incessante dos pós –graduandos em torno da Campanha de Bolsas. Porém, o reajuste ainda é aquém da reivindicação de 40%, percentual elaborado com base na recomposição da inflação do período e nas metas do PNPG 2005-2010.

Cumprindo uma deliberação do 23º CNPG, nos próximos dias 28,29 e 30 de agosto a ANPG, em conjunto com as APGs, organiza a Caravana a Brasília, com uma série de atividades na capital federal no sentido de mobilizar o governo em torno da necessidade do reajuste completo.

Saiba mais sobre a Caravana a Brasília clicando aqui.

 

Da Redação.

Author

Write A Comment