A Associação Nacional de Pós-Graduandos abre espaço para discutir as políticas de bolsas de pesquisa e o investimento em ciência de base durante o seu evento sobre divulgação científica

Apresentação musial dos Meninos do Coque durante mesa de abertura do 3º Salão da ANPG Fotos: Luiz Fabiano/ANPG
Na semana passada, entre 22 e 26 de julho, a ANPG completou as suas atividades no 3º Salão Nacional de Divulgação Científica, parte da programação da 65ª Reunião Anual da SBPC, sediado na Universidade Federal de Pernambuco. O salão foi realizado com o viés de promover o debate sobre a divulgação científica entre professores universitários, pós-graduandos, estudantes de todos os níveis de ensino e a comunidade em geral. A ANPG aproveitou o encontro para discutir a popularização do conhecimento e apresentar pautas e reinvindicações aos representantes das instituições públicas presentes no evento.

A associação entregou ao ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antônio Raupp, e ao presidente da Capes, Jorge Guimarães, um ofício em defesa da ciência de base e da valorização da pesquisa. O documento critica os privilégios do setor financeiro e reclama por maior investimento em ciência básica, além de mais atenção para a indústria de transformação. 
Presidenta da ANPG entrega ofício ao Ministro da C,T e I, Marco Antônio Raupp  Foto: ANPG
 
No ofício, a ANPG ressalta que é preciso “aumentar a quantidade e a qualidade das bolsas de pesquisa, para que os pesquisadores em formação tenham tranquilidade para desenvolver bons projetos e garantir um bom nível de produção cientifica”. Para tanto, defende um reajuste das bolsas de pesquisa acima do valor da inflação em 2014 e uma política de valorização permanente das bolsas, em conjunto com uma maior distribuição do benefício, além de um investimento de pelo menos 2% do PIB em ciência, tecnologia e inovação.
 
ANPG e União dos Estudantes de Pernambuco entregam o ofício ao presidente da Capes, Jorge Guimarães
 
Na tarde do segundo dia do salão (23 de julho), a ANPG somou-se aos outros movimentos estudantis – União Nacional dos Estudantes (UNE), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e APG-PE  – nas ruas da universidade para pedir pelo “passe livre no busão, na ciência e na educação”. A reinvindicação pedia transporte público de qualidade e políticas de passe-livre; pela popularização da ciência e por qualidade da educação em todos os níveis.
 

Movimentos estudantis unidos nas ruas da UFPE pelo "passe livre no busão na ciência e educação"
O 3º Salão Nacional de Divulgação Científica da ANPG promoveu debates que contemplaram seu tema central, “Inovação, Desenvolvimento Sustentável e Soberania Nacional”. Todos os dias, ocorrem atividades paralelas no salão, como as exposições da Mostra Científica – com o propósito de difundir e reconhecer trabalhos acadêmicos –, as oficinas da Capes, do CNPq e da Porto Digital, os minicursos sobre empreendorismo e gestão da inovação do Sebrae. 
 
Ao fim do salão, a presidenta da ANPG congratulou todos os participantes e organizadores: “Parabéns a todos e todas que participaram da organização , que foram aos debates e que ajudaram a dar riqueza e cores a mais esta edição do salão. É importante enfatizar que nós conseguimos aprovar pautas importantes como priorizar a discussão sobre um Estatuto de direitos dos pós-graduandos, a ser aprovado no CONAP em outubro. Além de termos apresentado ao ministro do MCTI a necessidade de um novo reajuste das bolsas de pesquisa em 2014 ”. 
 
Paralelo ao Salão, a ANPG realizou também o I Seminário de Formação de Pós-Graduação em Saúde na UFPE, sob a coordenação da secretária geral da ANPG, Jouhanna Menegaz. Tão grande foi o número de participantes no seminário que alguns deles tiveram que assistir os debates do lado de fora da sala – evidenciando a importância de organizar debates integrados nas áreas da saúde. 
 
Jouhanna Menegaz, organizadora do seminário, e o debatedor Mozart Sale, secretário da (SGTES/MS)
 
A ANPG também participou de uma mesa redonda em parceria com a Associação dos Docentes da Universidade Federal de Pernambuco (ADUFEPE), no dia 25. Estavam na mesa Fábio Paiva, coordenador do Fórum de Educação Básica da ANPG, Roberto Nunes, diretor de comunicação da ANPG, Elisangela Lizardo (PUC/ SP) e Ruy de Deus Mello Neto (USP-Havard)  para discutirar a “Educação e Escola: Ensino Ciência e Cultura nas Instituições escolares Brasileiras ”.  A mesa procurou debater como a universidade e a pós-graduação podem oferecer maior contribuição para a educação básica.
 
 
Fábio Paiva, Roberto Nunes e Elisangela Lizardo na mesa sobre educação e escola,em parceria com a ADUFEPE
 
Conforme a programação do salão, houve apresentações culturais, como o cortejo de rua, com os bonecos de Olinda, a música dos Meninos do Coque e as danças ciganas para celebrar o encontro em conformidade com algumas tradições da cultura pernambucana. 
 
Cortejo dos bonecos de Olinda, no dia 22
 
  
Apresentação de dança cigana, durante o 3º Salão Nacional de Divulgação Científica da ANPG
 
 

 

Author

Write A Comment