23 de abril de 2018

APG da UnB faz pesquisa sobre adoecimento na pós-graduação

Voltar para: Notícias

woman-desperate-sad-tears-cry-depression-mourning-2

Nos últimos anos tem se observado um aumento na incidência de problemas de saúde mental entre universitários, com crescente casos de suicídio. Há casos de ansiedade, depressão, desistência do curso e tentativas de suicídio na Universidade de Brasília (UnB).

Segundo a APG os casos são abafados e não há dados formais sobre o problema. Na maioria das vezes a causa está na própria universidade. Por isso, a associação fez uma pesquisa com a participação de mais de 630 pós-graduandos e verificou que os casos de ansiedade, desânimo, irritabilidade, tristeza e isolamento social, entre outros, não são isolados, e sim sistêmicos.

Entre os resultados mais impressionantes, destaca-se a taxa de estudantes que pensa em suicídio com frequência diária a uma vez por semana (9,83%). A questão chegou a tal ponto que o problema não pode mais ser negligenciado, demandando das instituições de ensino superior, medidas preventivas e interventivas para minimizar seu impacto.

Confira a pesquisa na íntegra: Resumo questionário 2.0

Enquanto isso, pós-graduandos se unem para acolhimento mútuo e pensar juntos em soluções.