9 de agosto de 2017

Homenagem ao Centenário de Morte do Médico Sanitarista Oswaldo Cruz é marcada por defesa da ciência

Voltar para: Notícias

f799e842-2239-4028-ad7f-e5fed5562fb1

Hoje, 09 de agosto de 2017, aconteceu na câmara dos deputados em Brasília, uma sessão solene em homenagem ao Centenário de Morte do Médico Sanitarista Oswaldo Cruz. A sessão foi convocada pelo Deputado Federal Odorico Monteiro (PSB/CE) e contou com a presença de Nísia Trindade Lima, presidente da Fiocruz, Vera Hasselman Oswaldo Cruz, neta e representante do Médico Sanitarista Oswaldo Cruz, Ildeu Moreira Castro, presidente da SBPC, Tamara Naiz, presidenta da ANPG, e Jefferson Campos da APG Fiocruz Rio.

“Nesta homenagem dos 100 anos de morte de Oswaldo Cruz e preciso reafirmar os pactos firmados com a sociedade brasileira com a criação da Fundação Oswaldo Cruz. Os pós-graduandos da entidade estão comprometidos com o SUS (sistema único de saúde) e as pesquisas de pós-graduação são fundamentais para o desenvolvimento científico e tecnológico do país. Através delas são propostas politicas públicas para saúde. Reafirmamos com o marco histórico de Oswaldo Cruz o projeto de um país democrático com saúde para todos, com serviços públicos dedicados a população e preparados para proteger os mais vulneráveis. Sem democracia, sem investimento em ciência e tecnologia e na formação de profissionais qualificados não avançaremos neste caminho”, disse Jefferson Campos, em nome de todas as APGS espalhadas pelo Brasil.

O presidente da APG afirmou ainda que neste momento não é se pode negligenciar nenhuma instituição que foi criada para o benefício da população e fazer isso afeta diretamente na vida das pessoas. Ele também chamou atenção para a falta de pagamento dos servidores públicos no Rio de Janeiro e que as instituições de pesquisa e ensino não recebem recursos e trabalham com metade do seu funcionamento. “Estamos mobilizado para pressionar o governo diariamente”, reafirmou.

A solenidade também contou com o discurso do presidente da SBPC, Ildeu Moreira, que também se posicionou contra o contingenciamento da verba para ciência e tecnologia.

Deixe uma resposta

Connect with:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *