9 de março de 2018

Mulheres na luta e nas ruas

Voltar para: Notícias
8a9f6bcf-c7aa-4a0d-ae31-2af48dee6041

Crédito: Yuri Salvador

Milhares de mulheres marcharam em São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Brasília, Recife, Fortaleza, Goiânia, Porto Alegre, Natal, São Luís, Manaus, Salvador e Florianópolis.  A manifestação que já acontece tradicionalmente anualmente no Dia Internacional das Mulheres contou com estudantes, trabalhadoras, aposentadas e de todas as idades levando às ruas toda a urgência em transformar a sociedade, pôr fim ao machismo, ao feminicídio e por igualdade salarial, no mercado de trabalho  representatividade em todos os espaços.

Em Brasília, a presidenta da ANPG, Tamara Naiz, fez uma aula pública pela vida das mulheres, em defesa dos direitos, em defesa da democracia e contra o racismo.

Já em São Paulo, a diretora de comunicação Karol Rocha, caminhou pela Avenida Paulista ao lado de centenas de mulheres. O ato saiu da Praça Oswaldo Cruz e terminou na Avenida Paulista, no escritório da presidência na Avenida Paulista. Quando o ato passou pela FIESP, palavras de ordem contra as reformas e o neoliberalismo foram entoadas pelas mulheres. O retrocesso nos direitos trabalhistas, apoiado pela Federação, torna a vida da mulher no mercado de trabalho em condições precárias.

Em todos as capitais a ANPG esteve presente lutando pelas mulheres e lembrando que dentro da pós-graduação as mulheres são maioria e exigem respeito.