congela101656
UNE

A PEC 241 pretende congelar os gastos em saúde e educação nos próximos 20 anos. Essa medida neoliberal do Governo Temer congelará o crescimento do Brasil e pode causar um retrocesso para o país.
O Portal Vermelho conversou com os principais representantes dos movimentos sociais sobre a aprovação desta medida, que provavelmente será votada na próxima segunda-feira (10), no Congresso Nacional. A reportagem feita por Laís Gouveia conta com depoimentos da UNE (União Brasileira dos Estudantes), da CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação) e da ANPG.
Para a presidenta da Associação Nacional dos Pós-Graduandos (ANPG), Tamara Naiz, a PEC 241 é a constitucionalização do estado mínimo. “É reflexo um governo sem voto e um orçamento sem povo. A provação da proposta trará um impacto horrível, pois não há um investimento mínimo na pós-graduação garantido por lei, inclusive nossa luta é pela destinação de 2% do PIB para ciência e tecnologia. A paralisação nos investimentos terá uma consequência negativa, pois 90% das pesquisas realizadas no Brasil são feitas no âmbito da pós-graduação. Se insistirem em não investirem em ciência e tecnologia e inovação, o Brasil voltará em um patamar de dependência de outros países, uma nova condição colonial, ou seja, indo contra o modelo de soberania nacional e desenvolvimento sustentável para manter o crescimento do país. Áreas estratégicas serão afetadas, certamente a ANPG seguirá mobilizando e lutando contra os cortes.

Para ver a matéria completa: http://www.vermelho.org.br/noticia/287815-1

Write A Comment