Na foto: Gabriel da Hora, representante discente do doutorado e Hercília Melo, presidenta da APG/UFPE

Na quarta-feira (6), os pós-graduandos da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) se reuniram no Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) para conversar sobre as bandeiras da campanha da Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG). Diversos representantes discentes em colegiados de curso estavam presentes para contribuir com a discussão e na construção da agenda. Inicialmente, foi partilhada com ânimo a paralisação realizada pelos discentes do Programa de Pós-Graduação em Química Fundamental no dia 05 de março.

 
Confira fotos e matéria sobre a paralisação aqui
 
Em seguida, os pós-graduandos discutiram sobre as recentes políticas de pós-graduação no Brasil, apontando que o reajuste das bolsas amplia o debate necessário sobre pesquisa, investimentos, avaliação, formação de recursos humanos, defesa da educação, CT&I e compromisso social do pesquisador.
 
O reajuste obtido em 2012, somado aos 10% prometidos para o primeiro trimestre de 2013, não recompõe o valor real das bolsas e nem cobre a defasagem e congelamentos de longas datas. Com vistas às taxas de inflação do período e ausência de regulamentação específica para o reajuste, a simulação nos valores das bolsas em 2020 causaram descontentamento. 
 
A bolsa acaba sendo, na maioria das vezes, a única fonte de renda do/a pós-graduando/a para alimentação, moradia, transporte, deslocamento para a realização da pesquisa de campo, aquisição de livros, de materiais, participação em eventos, revisões, etc. Não podendo ser diferente, melhores condições de estudo e pesquisa também circundaram a reunião, trazendo inclusive a necessidade de editais voltados para pós-graduandos/as em situação de vulnerabilidade. Auxílios tese/dissertação e auxílio bancada também foram pontos levantados. 
 
Na oportunidade, os participantes conversaram sobre a tramitação do projeto de Lei 2315/2003 no Congresso Nacional e a necessidade de ser instituída uma política permanente que assegure a valorização da pesquisa e do/a pesquisador/a, esta que dê suporte a uma formação digna e responda às demandas sociais.
 
De forma geral, a campanha da UFPE tocará as seguintes questões: ampliação do número de bolsistas e reajuste das bolsas; o acesso e a permanência na pós-graduação; e a valorização da pesquisa e do/a pesquisador/a.


 
Campanha na UFPE – Agenda e atividades
 
Paralisação conjunta na UFPE
Ficou decidido que a paralisação conjunta na UFPE acontecerá no dia 27 de março. A paralisação envolverá as seguintes atividades:


11h: Oficina de cartazes no gramado do Restaurante Universitário (RU).
12h: Almoço no RU e partilha sobre a campanha nacional e paralisação na UFPE
16h: Debate “Por uma política permanente de valorização da pesquisa e reajuste das bolsas”, no Centro de Ciências Biológicas (CCB).  Debatedores a confirmar: Luana Bonone (ANPG), Anísio Brasileiro (reitor da UFPE) e Diogo Simões (presidente da FACEPE)
 
Agendas solicitadas
 
Foram solicitadas agendas com o reitor da UFPE, Anísio Brasileiro, com o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UFPE, Francisco Ramos e com o secretário de Ciência e Tecnologia de Pernambuco, Marcelino Granja. Datas e locais a confirmar.
 
Moções/Notas
Na próxima reunião do Conselho Universitário da UFPE, será reapresentada a campanha e solicitada aprovação de uma moção de apoio ao movimento nacional dos/as pós-graduandos/as. Ainda não há data para convocação de reunião do Consuni. Na convocação, a data será partilhada.
Ficou combinado que os/as representantes discentes nos colegiados dos seus cursos vão apresentar proposta de moção/nota e partilharão a aprovação com o coletivo. As moções serão divulgadas nas redes e enviadas à comunicação da ANPG, para compor os documentos que serão entregues aos ministros e parlamentares nas reuniões previstas para o mês de abril.
 
Vídeo
Será construído um vídeo da APG UFPE em apoio à campanha nacional, constando falas de pós-graduandos/as de diversos programas.
 
Atividades/Atos nos programas de pós-graduação
Os programas podem realizar atividades/atos durante todo mês de março. As paralisações nos programas continuam sendo incentivadas. A atividade/ato organizada/o pode ser divulgada/o com antecedência para que pós-graduandos/as de outros programas da UFPE possam participar, no sentido de conhecer um pouco da realidade cotidiana dos/das colegas. Fotos e outros registros serão partilhados. Todas as iniciativas serão valorizadas. 


Abaixo-assinado
O abaixo-assinado foi enviado pela PROPESQ para todas as coordenações dos Programas de Pós-Graduação da UFPE, no sentido de ser partilhado para os/as pós-graduandos/as. Os/as representantes discentes podem enviar para as listas das turmas a petição pública para ciência e divulgação. 
 
Da APG/UFPE
 
 
Author

Write A Comment