No dia 12 de julho de 1986, quarenta e sete pós-graduandos reunidos na Universidade Federal do Paraná (UFPR) fundaram a Associação Nacional de Pós-Graduandos. A ANPG foi criada com um documento que assinalava dezesseis objetivos da nova entidade, entre eles lutar por mais e melhores bolsas, elaborar uma estratégia de lutas e prioridades, lançar um jornal oficial e tornar a ANPG influente junto aos demais setores acadêmicos e ao conjunto da sociedade.

Porém, muito antes, nos anos 60 e 70 (a pós-graduação brasileira foi regulamentada em 1965) os pós-graduandos já vinham se articulando em torno de bandeiras próprias. Data da década de 70 a criação das Associações de Pós-Graduandos (APGs) mais ativas na resistência à ditadura, entre elas APG da Unifesp e PUC-Rio (1976).

As APGs foram as bases para a formação de um movimento nacional unificado de pós-graduandos, o que se concretizaria em meados da década seguinte. Elas também funcionaram como núcleos de articulação contra a ditadura, ao lado da UNE e da UBES. Em 1977 os pós-graduandos se mobilizaram para enfrentar a tão notória e vergonhosa invasão da PUC-SP pela Polícia Militar. Também se reuniram com vários segmentos da comunidade acadêmica em torno da iniciativa de organizar a reunião da SBPC daquele ano, ameaçada pelo regime militar.

Thereza Galvão da Silva e Edson Pereira Cardoso (PUC-Rio), Ricardo Berbara e Aristóteles Moraes e Silva Neto (UFRJ), José Augusto Mochel e Luiz Eugênio Mello (Unifesp), Paolo Livotto e Benjamim Mendes (Unicamp) são alguns dos integrantes da 1ª gestão da ANPG. José Augusto Mochel, maranhense, será homenageado durante a Posse da gestão 2012-2014, compondo a programação oficial da 64ª Reunião Anual da SBPC, em São Luís, ainda este mês. Saiba mais sobre as atividades da ANPG na 64ª RA da SBPC aqui.

De lá pra cá o Movimento Nacional de Pós-Graduandos cresceu, espalhou-se pelo Brasil e hoje possui raízes fortes de Norte a Sul do país. Não foram poucas as batalhas travadas pela ANPG, desde o Fora Collor, passando pelos difíceis anos FHC (tanto para a ciência como para a educação), até ser, em 2003, pela primeira vez, recebida pelo então Ministro de C&T, Roberto Amaral. Nos anos 2000 a ANPG também concretizou sua aproximação com os grupos PET, com a realização do 1º Encontro de Jovens Cientistas, que terá sua 13ª edição neste mês, também durante a 64ª RA da SBPC.

Não há como falar dos 26 anos da ANPG sem citar a maior sociedade científica do país. Os pós-graduandos sempre estiveram presentes tanto nas reuniões anuais da SBPC como em sua construção cotidiana. Ano passado, na comemoração dos 25 anos da ANPG, durante a 63ª RA da SBPC em Goiás, foi anunciado pela presidenta da entidade, Helena Nader, a ANPG como 99ª entidade científica filiada à SBPC. O reconhecimento de todo o trabalho feito até aqui e o que ainda está por vir. Na ocasião da comemoração dos 25 anos pudemos reunir diversos ex-presidentes e ex-diretores, que puderam juntos compartilhar histórias e experiências de um passado e de um presente de luta em defesa da ciência e do Brasil. Relembre aqui o Ato de 25 anos.

Apesar de jovem, a ANPG é membro da Organização Continental Latino-americana e Caribenha de Estudantes (OCLAE), do Conselho Nacional de Juventude (Conjuve), do Conselho Nacional de Saúde, do Conselho Superior (CS) e do Conselho Técnico-Científico (CTC) da Capes e do Conselho Deliberativo do CNPq, posições de destaque que coroam a importância da ANPG como entidade representativa dos pós-graduandos brasileiros. Não à toa o recente reajuste de 10% das bolsas de pesquisa, conquistado pela intensa mobilização e pressão da ANPG em conjunto com as APGs em torno da campanha #MinhaBolsaNaoAumentou, foi anunciado pelo presidente do CNPq durante o 23º Congresso Nacional de Pós-Graduandos.

O dia é de comemoração e de muitos planos pelo futuro que está por vir. Toda a história da ANPG aqui brevemente resumida nos dá a dimensão dos desafios que estão postos. Não nos furtaremos às batalhas, muito ainda precisa ser feito. Contamos com a companhia de cada pós-graduando deste país.

Saudações estudantis!

Viva a ANPG!

 

ANPG

Author

Write A Comment