Nos dias 7 e 8 de dezembro, a então comissão pró-APG da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul realizou o Fórum dos Pós-Graduandos da UFMS,com o objetivo de se discutir Assistência Estudantil na Pós-Graduação. O evento também marcou a fundação da APG UFMS.

No primeiro dia do evento, Carolina da Silva Costa, Delegada indicada pela Comissão Pró-AGP/UFMS, abriu o Fórum anunciando uma situação bem preocupante que foi obtida durante o 40º CONAP (Conselho Nacional de Associações de Pós-Graduandos), que foi realizado de 26 a 29 de novembro de 2015, em Fortaleza: a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul é uma das duas únicas instituições federais de ensino superior (IFES), que não possui assistência estudantil para os alunos de pós-graduação.

Durante o encontro do grupo sobre Assistência Estudantil, no CONAP, foi pontuada a inclusão dos pós-graduandos no Plano Nacional de Assistência Estudantil (PNAES). Atualmente, o Plano destina verba para apoiar a parmanência de estudantes de baixa renda matriculados em cursos de graduação presenciais IFES, segundo o decreto nº 7.234, de 19 de julho de 2010.

Durante o Fórum, a Comissão Pró-APG buscou responder a seguinte questão “se tantas outras universidades possuem políticas de assistência estudantil para alunos de pós-graduação, porque a UFMS não teria condições de atender aos seus estudantes da pós?”. Para isso, foram realizadas mesas palestras e assembléia de pós-graduandos, com a presença da Diretoria Científica da FUNDECT, do Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação; Coordenadoras de Cursos/Programas de Pós-Graduação e pesquisadores da UFMS. Foram debatidos diversos temas, como “A Pós-Graduação na UFMS: realidade e expectativas, limites e possibilidades”, “O Produtivismo na Pós-Graduação”, “Os Cursos de Pós-Graduação na UFMS: da experiência do primeiro a ansiedade do mais recente!” e “A Produção Acadêmica/Científica no Centro-Oeste: nosso lugar no cenário nacional”.

“Através desta ação, conseguimos realizar alguns avanços no que diz respeito a conscientização e articulação dos pós-graduandos, não só para a questão da “Assistência Estudantil”, como nos demais assuntos debatidos no Fórum”, diz Frederico Fernandes, Doutorando em Educação e coordenador geral da APG-UFMS.

Fundação da APG UFSM

O dia 7 de dezembro é um marco histórico da pós-graduação da UFMS, pois foi a data em que o estatuto da Comissão Pró-APG foi aprovada e a Associação de Pós-Graduandos da UFMS foi fundada.

A primeira Coordenadoria eleita da APG UFMS é composta por Pós-Graduandos de diversos cursos/programas da UFMS:

Coordenação Geral: Frederico Fonseca Fernandes, Doutorando em Educação;
Vice-Coordenação Geral: Carolina da Silva Costa, Mestranda em Comunicação;
Coordenação de Secretaria: Vanessa Franco Neto e Ana Carolina de S. R. dos Reis, Doutorandas em Educação Matemática;
Coordenação de Finanças: Guilherme Douglas Piel Dornelles e Renata Aparecida Zandomenighi, Mestrando em Biologia Animal e Mestranda em Educação Matemática;
Coordenação de Comunicação: Mariana Machado Melo Rodrigues da Silva e Mario Olavo Malfatti Ianhez, Mestrandos em Psicologia;
Coordenação de Relações Institucionais: Welington Oliveira de Souza Costa e Arlete de Carvalho Félix, Mestrando em Direito e Mestranda em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste.

“Acreditamos que com este Fórum, com a fundação da APG UFMS, o primeiro passo está sendo dado em direção a melhoria da qualidade da Pós-Graduação da UFMS. A partir de agora, a APG UFMS, com o apoio da Associação Nacional de Pós-Graduandos, iniciará uma série de ações que possibilitarão mudanças da nossa realidade”, diz Frederico Fernandes, coordenador geral da APG-UFMS.

Da redação

Author

Write A Comment