A enorme crise financeira pela qual passa o Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (Iuperj) não passou em branco no XXII Congresso da ANPG.

Um grande Ato Público de apoio à instituição foi realizado na UFRJ no sábado, 17 de abril, para uma platéia com mais de 300 pós graduandos de todo o Brasil.

O ato que se iniciou com a leitura de uma carta feita pelo Fórum de Alunos do Iuperj contou ainda com a participação do presidente da Finep, professor Luis Fernandes e do Diretor do Instituto de Ciências Humanas e da Filosofia (ICHF) da UFF, professor Francisco de Assis Palharini.

O mestrando Josué Medeiros, representante do Fórum de Alunos do Iuperj, ressaltou o caráter público da casa, seja na sua gratuidade, na participação de seus formandos em instituições públicas ou no conteúdo socialmente referenciado de suas pesquisas.

Luis Fernandes, que realizou seu mestrado e doutorado no Iuperj, lembrou da importância do Instituto para a consolidação da democracia no Brasil. Segundo Fernandes, esse reconhecimento se dá graças ao “papel único e insubstituível que o Iuperj tem no desenvolvimento não só das ciências sociais, mas do pensamento que subsidia a formulação de políticas publicas no país. Esse reconhecimento parte da excelência do trabalho de formação e pesquisa que é realizado no Iuperj”.

Já o professor Francisco de Assis Palharini, deixou claro seu total apoio à resolução da crise do Iuperj. “Ou salvamos essa casa, ou a consolidação da ciência no Brasil sofrerá um grande revés”, finalizou Palharini.

A plenária final do Congresso também aprovou uma moção que pode ser lida aqui.

No sítio do Iuperj há um abaixo-assinado em defesa do Iuperj.

http://www.iuperj.br/abaixoassinado.php

 

Por Theófilo Rodrigues, do Rio de Janeiro.

 

Author

Write A Comment