ANPG_UEM

No dia 18 de março, a convite do Diretório Central dos Estudantes da UEM, o diretor da ANPG, Gabriel Mendoza, esteve na Universidade Estadual de Maringá (PR), para discutir a “A luta dos pós-graduandos e a crise das universidades públicas paranaenses”.
Com a presença de dezenas de estudantes da graduação e da pós, o debate passou por momentos de elencar a importância da pós-graduação no Brasil, bem como os avanços conquistados no último período. Mas também discutiu-se a necessidade de fazer frear os projetos de ajuste fiscal desde o governo federal e no governo do estado do Paraná – onde a situação é mais grave e já comprometeu o início do ano letivo -, o que motivou a greve dos servidores públicos do Estado, que impôs uma primeira derrota ao governo de Beto Richa (PSDB).
Durante o debate na UEM, a reivindicação contra os planos de ajustes fiscal, se somou a necessária luta pelo reajuste das bolsas e pelos direitos dos pós-graduandos, impulsionando a refundação da APG-UEM.
“Saímos de lá com o compromisso de refundar a APG contando com o apoio do DCE”, afirmou Gabriel Mendoza, e seguiu dizendo que “é mais um passo na construção da Caravana da ANPG à Brasília em abril para exigir da presidente Dilma – que ajudamos a eleger – que a prioridade deve ser reajuste das bolsas e os direitos dos pós-graduandos, e não agenda daqueles que foram derrotados nas urnas”.

Da Redação

Write A Comment