O movimento de Pós-Graduação da Unicamp (Pró-Pós) tem mergulhado na campanha pelo reajuste das bolsas promovida pela ANPG desde o início. Neste sentido, participou das duas caravanas à Brasília, dos CONAPs, do XXXII CNPG, onde levou a maior delegação já vista num congresso de Pós-Graduação e, mais recentemente , desenvolveu um calendário próprio de atividades para colaborar ainda mais com a Campanha de Bolsas da ANPG.

Na semana de Jornada de Lutas – Educação tem que ser 10!, realizou reunião com alguns cursos que desejavam fundar sua APG, aprovou na Câmara Administrativa do Conselho Universitário uma moção de apoio à campanha pela humanização das bolsas, tenta aprovar algo semelhante na Assembleia Legislativa de São Paulo (através da comissão de Ciência e Tecnologia), e reuniu-se com o diretor da ANPG ,Thiago  Custódio, para traçar novas linhas de ação para formar mais APGs, bem como levar uma delegação representativa ao próximo CONAP, no período de 18 a 21 de agosto e também apresentou algumas ideias para o fortalecimento da campanha, de uma forma geral.

Tratando-se dos eventos que o Pró-Pós organizou, inclui-se a recepção aos ingressantes do 1° semestre da Pós-Graduação Unicamp de 2011 e o 1° Pós em debate com a temática o papel estratégico da Pós-Graduação no Brasil e o processo de internacionalização, temas de grande relevância.

 
 1º Pós em debate, realizado no dia 10 de maio de 2011.

Neste último tivemos a presença do diretor da ANPG, Júlio Neto. Durante sua fala, Júlio pontuou que "o sistema de pós-graduação do Brasil foi moldado a partir de lutas e perspectivas do povo brasileiro e é sobre esses pilares que devemos associar a pós-graduação a um processo de desenvolvimento nacional, com superação das desigualdades, aperfeiçoamento da gestão pública e ampliação dos direitos de educação, saúde, justiça, cultura e cidadania".

Cartaz elaborado pelo Pró-Pós para a Campanha de Bolsas. Clique na imagem para ampliar

 

 

 

 

Os próximos passos são ampliar a campanha com a distribuição dos cartazes e providenciar o contador de dias sem reajuste das bolsas para ser instalado na porta do Restaurante Universitário da Unicamp. Também no sentido de sensibilizar e mobilizar os estudantes, uma ação bem humorada, como a arrecadação de moedas em cofrinhos para o CNPq e a Capes fazem parte dos planos.

 

Leia mais: ANPG presente nas Universidades paulistas

Campanha de bolsas da ANPG: saiba mais

 


Da Redação com informações de Marcelo Fabiano André, doutorando em Química na Unicamp.

Author

Write A Comment