Na terça-feira, 29/10, mais uma Associação de Pós-Graduandos nasceu para se juntar às lutas em defesa da pesquisa e da educação pública. Após um intenso processo de organização, estudantes da Universidade Federal do Ceará (UFC) fundaram, através de assembleia convocada pela comissão pró APG-UFC, a Associação de Pós-Graduandas e Pós-Graduandos da UFC (APG-UFC).

O processo de organização do Movimento Estudantil de Pós-Graduação foi iniciado a partir do anúncio dos grandes cortes na Ciência e Tecnologia brasileira e a tentativa de privatização das universidades por meio do projeto Future-se, apresentado pelo governo Bolsonaro. Outro fator a impulsionar a luta estudantil foi a intervenção do governo no processo de escolha do reitor da UFC, nomeando como reitor Cândido Albuquerque, candidato menos votado – com 5% da representação da comunidade universitária – e último na lista tríplice.

Cerca de sessenta pós-graduandos dos mais diversos programas participaram e elegeram a diretoria que estará à frente do Ensino, da Ciência e da Inovação na universidade pelos próximos dois anos.

Escreva um Comentário