19 de outubro de 2018

Manifestações marcam a semana nas Universidades Brasileiras

Voltar para: Notícias

Desde de que a ANPG e demais entidades estudantis declaram seu apoio a Fernando Haddad neste segundo turno das eleições, estudantes estão promovendo atos em suas Universidades.

Em São Paulo o Ato aconteceu no Largo São Francisco, na Universidade de Direito de São Paulo, e reuniu estudantes e juristas em defesa da democracia brasileira. A presidenta da ANPG, Flávia Calé, esteve presente e falou da importância da mobilização de todos os estudantes de pós-graduação.

Flávia Calé e a vice-presidente da ANPG, Manuelle Matias, também estiveram com a candidato Fernando Haddad no dia 18 de outubro no Rio de Janeiro para entregar em mãos a plataforma eleitoral da Associação Nacional de Pós-graduandos (ANPG).  Ele mostrou todo seu compromisso com a educação, ciência e tecnologia e recebe as entidades para ouvir suas demandas.

44433710_2088625381199534_5845461343238356992_n

Também no dia 18 aconteceu em Campinas, SP, uma marcha contra o candidato Bolsonaro que contou com a presença de 1000 estudantes. Eles saíram do Campus da Universidade e foram até o Terminal Rodoviário da região. Já aderiram cursos como Ciências Sociais e História, Biologia, Educação Física, Química, Computação.

706f637d-a142-463e-8af7-4ae9f6470a0c

Já na Universidade Federal do Rio Grande do Norte a assembleia com estudantes aconteceu no dia 16/10. O DCE José Silton Pinheiro, em parceria com a UNE e a ANPG, convocou os estudantes para debater as ações do movimento estudantil da UFRN em defesa da democracia, da educação pública e da ciência e tecnologia. “É muito importante nesse momento não perdermos a esperança na virada do jogo. Correntes de WhatsApp não podem definir quem será o próximo presidente da república. Nós sabemos o que foi nosso campus, nosso laboratório e nossa própria vida após os governos progressistas. É pra defender tudo isso que resistimos. É contra o fascismo e em defesa do emprego, da saúde e da educação pública que vamos às ruas”, disse Germano Neto, diretor da ANPG.

7db8dce9-9014-4827-87fe-0f155426118d

No Rio Grande do Sul aconteceu no dia 17 uma aula pública pública em defesa da democracia organizada por estudantes e professores da Universidade do Vale dos Sinos (Unisinos).

A vice-presidente da ANPG na região sul, Marianna Rodrigues, fez uma fala em torno da questão “qual é o papel da Universidade na defesa da democracia?”. Através da história da Universidade brasileira, Marianna contou sobre o surgimento da ANPG e a importância da entidade na defesa dos investimentos em ciência e tecnologia para o país.

355163fa-f286-4a2c-8f96-d7a84880bd67

E nesta quinta-feira,  18/10, também aconteceu em uma cafeteria de Recife o lançamento do Manifesto Democrático em Defesa da Universidade, com a presença de reitores, professores, pesquisadores, do governador Paulo Câmara (PSB), da deputada federal e futura vice-governadora Luciana Santos (PCdoB), do senador Humberto Costa (PT) e de representantes UNE e ANPG.